IFA 2011: Sony HMZ-T1 para brincar de Daft Punk

I

A Sony anda inspirada para criar coisas diferentes em tecnologia. Primeiro, os binóculos-filmadora 3D. Agora, um dispositivo de imersão pessoal 3D, o óculos-capacete-treco-coisa HMZ-T1 (ok, você não vai ficar igual aos caras do Daft Punk, mas essa é a ideia).

Em resumo, é um “head mounted display” (mmm, como se traduz isso? tela de colocar na cabeça? monitor portátil individual?). Ali dentro estão duas telas OLED de 0,7 polegadas (18 mm na diagonal) de alta definição (1280 x 720) e tempo de resposta de 0,01 milissegundo que reproduzem vídeos HD e em 3D, com som surround 5.1. Basta montar o headset, ligar a um PS3 ou Blu-ray player e se divertir – me lembra também aqueles capacetes de realidade virtual em versão reduzida.

Diz a Sony que a experiência de assistir algo no HMZ-T1 é equivalente a uma tela de 720 polegadas vista a 20 metros de distância. Uma iluminação lateral ajuda na ‘imersão’ virtual. Sai em novembro, no Japão, sem preço definido ainda. Fato é que a experiência de usar um desses deve ser muito legal (tela grande, som surround), mas eu morreria de vergonha de usar um desses em público. Bem, é algo… pessoal, né? Mais infos no site da Sony.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos