ZTOP+ZUMO

IFA 2011: LG, Philips e Sharp querem padrão para TV conectada

Demorou para acontecer, mas os fabricantes de TVs conectadas começaram a perceber que é preciso ter algum padrão para a tecnologia usada nesses equipamentos. Hoje, na IFA 2011, LG, Philips e Sharp anunciaram que vão unir esforços para criar “requisitos técnicos comuns” para suas “Smart TV”, com a ideia de “crie uma vez, rode em qualquer lugar” sendo difundida para desenvolvedores.

A iniciativa das três fabricantes quer que suas TVs conectadas (Philips Smart TV, LG Smart TV e Sharp Aquos Net+) usem padrões abertos como HTML5, CE-HTML e HbbTV. O primeiro passo? Lançar um kit de desenvolvimento de software comum. Quem ganha? Desenvolvedores, que perdem menos tempo criando para diversas plataformas, e o consumidor, que pode ter uma oferta melhor de apps para sua TV.

O SDK será lançado em outubro, e LG, Philips e Sharp dizem estar abertos a qualquer interessado a participar da iniciativa. É uma boa ideia, sem duvida, mas acredito que o futuro da TV não está necessariamente em aplicativos (como Samsung, LG, Panasonic e a própria Philips) tentam nos empurrar: o que vale são serviços online que trarão conteúdo para a TV (olá, Netflix!) e que, algum dia, nos farão trocar o cabo da TV por assinatura pela TV on-demand por completo (já começou, mas ainda vai demorar).

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • rubens 01/09/2011, 12:47

    Acho estranho o Google não ter ido com mais gana atrás dos fabricantes de TV.
    O que eles querem é praticamente o que o GoogleTV prometia ano passado…

    • henriquem 01/09/2011, 12:50

      a grande surpresa do google virá quando fechar a compra da motorola e decidirem o que fazer com a divisão de set-top boxes

  • hitokiri_ken 01/09/2011, 12:52

    Demorou até pra acontecer isso, pq não adotam logo o Android e não se fala mais nisso? hahahahahah

  • Natália Frizzo 01/09/2011, 13:12

    Henrique,
    Boa Tarde.
    Estou pesquisando tablets para equipe de vendas de imobiliaria, preciso de orientação sobre melhor custo x beneficio, prioridades: custo de manutenção, preço de aquisição (escala), te que ser android, wifi, 3g, preciso me tenha durabilidade e resistencia
    Se puder me mandar um sugestão e indicaçao de onde comprar .
    Obrigada
    Natália Frizzo

    • henriquem 01/09/2011, 13:21

      natalia, dê uma busca por tablet aqui no ZTOP. já falamos do Asus Transformer, Samsung Galaxy Tab 10.1, Acer Iconia Tab A500, Lenovo Thinkpad Tablet e Motorola Xoom. Todos têm indicação de onde comprar.

    • dflopes 05/09/2011, 10:46

      Henrique,

      a melhor opção não seria aquele tanque da lenovo pra equipes externas?

  • Intercambio Irlanda 01/09/2011, 14:15

    Demorou pra isso né!
    Grande parte do desenvolvimento da interatividade nas tvs, pelo menos aqui no Brasil ficou emperrada pq não havia um padrão para trabalhar em cima. Quando criaram uma linguagem que seria a padrão, ficou na eterna disputa do ovo e da galinha.
    Como era preciso um middleware para que a interatividade funcionasse, os fabricantes alegavam que não botavam na fábrica pq não tinha conteúdo por parte das emissoras, e as emissoras diziam que não criavam conteúdo pq não tinha aparelhos disponíveis.
    Nesse impasse, geralmente é necessária uma intervenção do Estado para criar uma lei, e aí todo mundo intala na fábrica e as emissoras tem mais garantia.
    Mas nada aconteceu, e acho que a interatividade vai vir pela internet agora, com essas tvs conectadas.

  • Edu Lima 06/09/2011, 03:10

    Ue, o Ginga aqui do Brasil, não faz exatamente e muito mais aliás ?

    Ele foi inclusive escolhido como o exemplo de Midleware, para TV Digital.

    • henriquem 06/09/2011, 08:56

      e cadê ginga?

  • Edu Lima 06/09/2011, 09:40

    Tá pronto mais ninguem usa. Aparentemente falta pressão regulamentatoria.
    http://smeira.blog.terra.com.br/2011/08/15/tv-dig