ZTOP+ZUMO

IDF 2011: Intel mostra o Core ix de quarta geração

Conhecido pelo codinome “Haswell”, o sucessor do Sandy Bridge deve chegar ao mercado já em 2013.

O keynote de abertura do segundo dia do IDF 2011 foi apresentado por Shmuel “Mooly” Eden, vice-presidente mundial e gerente geral do Grupo de PCs da Intel que dedicou quase que toda sua apresentação para o Ultrabook algo que, por sinal ele já tinha feito aqui no Brasil.

O que mais chamou a minha atenção é ver que entre eles está o Samsung Series 9 um velho conhecido nosso que não era considerado um Ultrabook, mas pode ter passado por uma atualização de plataforma permitindo assim incluí-lo na lista.

Fora isso Mooly anunciou que diversos fabricantes já estão trabalhando na nova linha de Ultrabooks para 2012, todos baseados no novo processador Ivy Bridge.

De fato muitos modelos já foram apresentados no Keynote:

E para mostrar que o ritmo de inovação na empresa não para, Mooly revelou mais alguns detalhes sobre Haswell a nova microarquitetura que deverá suceder o Ivy Bridge já em 2013.

O executivo declarou que Haswell será ainda mais eficiente em termos de consumo de energia com uma autonomia estimada de um dia inteiro de uso ou 1o dias em “stand-by conectado” isto é, apesar de estar num estado de dormência, o sistema é capaz de trocar informações na rede, como receber avisos de alerta, e-mails, atualizações de sistema e até baixar arquivos.

Quando perguntado o que significaria “um dia inteiro de uso” em horas, Mooly explicou que isso varia de pessoa para pessoa e a maneira como elas usam seus portáteis. Na sua visão pessoal, a idéia é que uma pessoa pudesse sair para algum compromisso em qualquer lugar fora do escritório e não ter que se preocupar em levar o carregador consigo. Assim dele diz que a autonomia estaria em torno de 8 a 10 horas de uso moderado e não 24 horas já que as pessoas normais não passam todo esse tempo na frente do computador.

E para que esse assunto não ficasse só no papo, o executivo anunciou que Haswell já existe na forma de protótipo. De fato ele fez a primeira demostração pública desse novo chip funcionando num PC.

Mas como aconteceu com o Larrabee não havia muito o que ver do hardware…

… já que ele estava fechado dentro de um gabinete genérico com a parte de cima coberta com fita isolante ou seja, bem com cara de experimento de laboratório.

Felizmente, Mooly tinha uma amostra no seu bolso para mostrar para os jornalistas.

Disclaimer: ZTOP viajou para São Francisco a convite da Intel, mas todas as opiniões aqui são nossas.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • André 15/09/2011, 11:34

    Não seria Haswell em vez de Raswell? http://en.wikipedia.org/wiki/Haswell_(microarchit

    • mnagano 15/09/2011, 12:11

      Tem razão, falha nossa… Brigadão pelo toque.

      (isso é q dá acordar de madrugada aqui em SFO pra escrever notícias…)

  • dflopes 15/09/2011, 17:12

    Mr. Nagano,

    o que seriam ODM? Empresas que fabricam pra outras empresas?

    • mnagano 15/09/2011, 18:49

      Ma o meno, eles praticamente desenvolvem e fabricam o produto inteiro para o cliente que só coloca sua marca e vende.

      Acho q bons exemplos são a Compal e Quanta.

      http://pt.wikipedia.org/wiki/ODM

  • hugosilva 16/09/2011, 09:19

    De que adianta tanto processamento sem um boa GPU?

    • mnagano 16/09/2011, 10:04

      Bom, o conceito inverso não poderia ser aplicado para o concorrente?

      Fora isso, o que deu pra ver nesse IDF é que a Intel não está dormindo no ponto de modo que — como a história tem ensinado — o negócio é esperar pra ver o que o Ivy Bridge tem para oferecer.