IBM: Linux completa 10 anos no mainframe

I

Eu ainda camelava no PC Labs Brasil (primeira encarnação) quando ouvi pela primeira vez uma notícia maluca que a IBM iria instalar Linux em seus mainframes. Para mim, isso era quase um casamento profano, já que naquela época não existia nada mais proprietário e careta que um mainframe da IBM e nada mais aberto e anárquico o sistema operacional de Linus Torvalds. E como na série Dharma e Greg, não é que esse relacionamento deu certo?

Hoje faz exatamente dez anos que a Big Blue fez seu primeiro anúncio que iria investir mais de 1 bilhão de doletas para juntar-se a comunidade de Linux, sendo o seu projeto mais inusitado a migração do sistema operacional de Torvalds para seus mainframes, abrindo assim essa plataforma para toda uma nova geração de desenvolvedores e revitalizando assim um modelo computacional que parecia estar condenado ao desaparecimento.

Até hoje, a empresa já fechou mais de 15 mil contratos em diversos setores da indústria, tanto no primeiro mundo quanto nos chamados países emergentes, como Brasil e China. Assim a IBM acredita que cerca de 70% de seus 100 maiores usuários de mainframe trabalhem hoje com Linux. E isso só tende a melhorar com a popularização do conceito de computação na nuvem.

Nada mal para um sistema operacional nascido da cabeça de um estudante finlandês que não tinha grana pra comprar uma cópia de Unix para seu PC né?

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos