ZTOP+ZUMO

Gadget do dia: Philips Hue (2016)

A Philips Lightning anunciou a chegada da nova geração de lâmpadas inteligentes Hue ao mercado brasileiro.

As Hue são o modo mais simples e rápido de brincar de “internet das coisas” dentro de casa: as lâmpadas se conectam via Wi-Fi a uma central própria, que pode ser controlado de qualquer lugar do mundo via smartphone (iOS ou Android), gerando efeitos de cor incríveis (com 16 milhões de cores disponíveis) e até ajudando a dormir/acordar todos os dias.

philips-hue-2016-3 O kit básico da Philips Hue “versão 2016” vem com três lâmpadas e a central Bridge, que precisa ser conectada ao roteador da casa. A principal diferença do modelo novo é o aumento na luminosidade das lâmpadas LED: 800 lumens (10W, com temperatura de cor de 2000K a 6500K). Sua vida útil é de 25 mil horas, de acordo com a Philips.

Segundo a fabricante, o pacote com três lâmpadas e o Bridge sai pelo preço sugerido de R$ 1.299, a lâmpada individual tem preço sugerido de R$ 269 e o Bridge, preço sugerido de R$ 599. Cada Bridge pode conectar até 50 lâmpadas. Vale notar que o preço do kit e da lâmpada individual é o mesmo da Hue anterior, lançada por aqui em 2014.

Os produtos estão à venda apenas na Apple Store.

philips-hue-2016-2philips-hue-2016-4

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Eduardo Papa 26/09/2016, 09:50

    Pensando no longo prazo, qualidade, facilidade de uso, vale o investimento? (dentro de 6 meses, irei mudar para o apartamento que compramos)…

    • Henrique Martin 26/09/2016, 12:04

      se tiver $ (ou for pros EUA), vale sim. lâmpadas LED duram mais e, bem, existem opções xing-ling da Hue, mas a original é melhor (incluindo seus apps)