ZTOP+ZUMO

Gadget do dia: HTC One X+

Da série ‘smartphones que nunca virão para o Brasil porque sua fabricante desistiu do mercado local‘, o HTC One X+ nada mais é do que uma pequena evolução do One X, anunciado em fevereiro durante o Mobile World Congress.

O que muda no One X+? Processador mais veloz (Nvidia Tegra 3 quad-core de 1,7 GHz, contra 1,5 GHz na versão anterior), bateria de maior duração (2.100 mAh) e mais armazenamento interno (64 GB). E é o primeiro smartphone da HTC a vir com Android 4.1 “Jelly Bean”.

O resto continua igual: tela de 4,7 polegadas, câmera de 8 megapixels, som Beats Audio e interface HTC Sense (também atualizada para funcionar direito com o Android 4.1) – veja as especificações completas. O HTC One X+, disponível só na cor preta com detalhes em vermelho, começa a ser vendido na Europa e na Ásia ainda este mês.

Vale lembrar que a HTC retomou as operações no Brasil em 2011 com o lançamento do HTC Ultimate (com Windows Phone 7.5) e, por conta da grande concorrência no mercado local, desistiu de vender aparelhos por aqui e fechou o escritório em junho deste ano.

Além disso, a HTC também informou que donos do HTC One X e do One S terão seus aparelhos atualizados para Android 4.1 a partir deste mês. A quem comprou um lá fora (meu caso) ou nos sites de leilões da vida, é uma boa notícia…

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin