HP também entra no mercado de vídeo online

H

Mais de um ano depois de anunciar uma estratégia de distribuição de músicas para donos de notebooks com sua marca, a HP anunciou uma nova entrada no mercado de mídia: vai alugar e vender filmes online também. O serviço, chamado HP+, inclui ainda download de games e aplicativos e entra no ar em 1 de outubro.

Nada demais na estratégia da HP. É mais um passo para trazer mais serviços e produtos para o consumidor e se diferenciar no ponto de venda. “Com o portal HP+, queremos reunir atributos de diversão e entretenimento em um único dispositivo conectado”, explica Cláudio Raupp, vice-presidente do grupo de sistemas pessoais da HP Brasil.

Alguns itens presentes no HP+, como a oferta de filmes (com DRM, podendo ser reproduzidos em até três máquinas) são iniciativa local, mas outros – loja de games, oferta de software customizado (MyRoom, um clone do Skype) já existem no exterior. Os filmes terão preço médio de R$ 4,90 (aluguel) e R$ 12,90 (compra), e a HP diz que a biblioteca oferecida inclui mais de 40 mil títulos.

O HP+ inclui ainda ofertas de segurança (Norton Security Internet 2011, sendo possível renovar assinaturas por ali, e o software infantil Magic Desktop), revistas da editora Abril, conteúdo educacional (enciclopédia digital e dicionário) e 150 mil títulos de jogos. O pagamento será feito via cartão de crédito, débito ou boleto bancário.

Alguns recursos, como o software MyRoom e a loja de filmes, serão abertos ao público em geral que tem computadores de qualquer marca. Já download de jogos, conteúdo educacional e segurança é restrito a máquinas da HP. Música? Depois da parceria com a gravadora Universal no ano passado, a HP promete para breve um novo anúncio envolvendo esse mercado. A conferir.

O endereço do HP+ é hp.com.br/hpmais, no ar a partir de outubro.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos