ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

HP Pavillion dm3: mais um Ultrabook, só que para 2012

Durante a palestra inicial que aconteceu hoje no Intel Editor’s Day 2011, Reinaldo Affonso, diretor de desenvolvimento tecnológico da Intel Brasil, mostrou dois Ultrabooks. Além do modelo da Acer (à direita), que chega às lojas em dezembro, a grande surpresa foi a apresentação de um protótipo de um modelo da HP batizado de Pavilion dm3.

 Interessante notar que a HP anunciou lá fora um produto semelhante batizado como HP Folio 13 mas tratam-se de configurações diferentes.

Equipado com uma tela LCD-LED de 13,3″ (resolução nativa de 1.366 x 768), o modelo (que pode não ser a versão final que chegará às lojas) veio equipado com um processador Core i5-2467M de segunda geração de 1,6 Ghz, 4 GB de RAM e disco SSD de 128 GB, USB 3.0, WLAN 802.11 b/g/n e durabilidade de bateria de 9,5 horas. Ele virá com Windows 7 Professional. Também haverá versões equipadas com processador Core i3.

 

O sistema (à direita) tem apenas 1,8 cm de espessura e pesa aproximadamente 1,49 kg – veja como ele é “magro” perto de um notebook convencional da HP (um Elitebook 8440p).

Segundo a própria HP, esse produto é um protótipo codinome Venturi 1.0 e tem alguns detalhes de configurações distinto do seu irmão norte-americano, o HP Folio 13.

E alguns números de desempenho:

Agora o negócio é esperar até 2012 para ver se o preço do dm3 vai ficar na faixa mid-range do ultrabook Acer ou no high-end da Asus.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Tobias

    Só compro um ultrabook quando houver uma placa gráfica dedicada e não essas saídas meia-boca que a Intel fica inventando

    Prefiro alguns milímetros a mais e uma placa que permita rodar um Cad, um Illustrator, um jogo bom sem problemas.

    E então, Ztop, alguma perspectiva para ultrabooks com placas gráfica de verdade?

  • dflopes

    O Tobias resumiu a ópera. Enquanto usarem as soluções meia-boca da intel, eu prefiro o AMD Fusion, mesmo com uma potência menor do processador…

    • Dude!

      A próxima geração de processadores da Intel já deve ter uma IGP do nível do Fusion atual – sai em Q2 2012
      Mas a AMD promete o Trinity com performance 30% maior pra Q1-Q2 do ano que vem.

      Eu queria que o Fusion fosse uma estratégia da Intel – muito mais avançada no processo de fabricação e com dinheiro sobrando, se ela abraçasse a ideia em vez de correr atrás e pressionasse a AMD o fim das placas discretas em notebooks não estaria distante.

  • Miguel Angelo

    É incrivel como pode todos imitarem a Apple o tempo todo !!!! Por isso que esta empresa fica processado a todos o tempo todo

    • Realmente, IGUAL ao Macbook… Ah para né. ¬¬'

  • Edu Lima

    Miguel, provavelmente até lembrando o que foi comentado aqui pelos editores/criadores de conteúdo. Provavelmente o design do Apple para o notebook ultra fino é um trabalho em conjunto com a Intel.

    E todas estas maquinas que você tem notado incrível semelhança com a maquina superfina/leve da Apple, sejam basicamente derivações de um mesmo design referencia.

  • Pingback: Review: Asus ZENBOOK UX31E (parte 1 de 2)()