Hands-on: Samsung Chromebook

H

Em tempos de notebooks de boot duplo, a Samsung lança esta semana no mercado brasileiro seu primeiro portátil com sistema operacional Chrome OS, o Samsung Chromebook.

O modelo, à venda desde o final de 2012 nos Estados Unidos, conta com um único grande diferencial: tem teclado em português.

O Chromebook da Samsung é o segundo dispositivo do tipo à venda no Brasil: no final do ano passado, a Acer lançou também um modelo por aqui, o Chromebook C710.

Apesar de ser um notebook no formato, a Samsung diz que o público-alvo do seu Chromebook – com sistema operacional baseado em serviços online – são estudantes. Faz sentido, já que é mais fácil para escolas e universidades (em um mundo ideal, claro) oferecerem Wi-Fi em suas salas de aula.

Eu particularmente acho confusa a mensagem da Samsung de que Chromebook é “o melhor de dois mundos: tablet e notebook“. Samsung, isso é um notebook. Se fosse touchscreen, a mensagem de “tablet” até seria melhor entendida, mas não é. Talvez estejam forçando uma associação Google-Android-Chrome OS. Mmm, não.

De qualquer modo, como disse o Nagano sobre o modelo da Acer, vale a pena ressaltar que o Chrome OS não tem nada a ver com o Android, já que são projetos com estratégias distintas que correm em paralelo dentro do Google. 

Pelo que já ouvimos no mercado, o Google diz que o Chrome OS é uma plataforma  voltada para uso em desktops e notebooks de entrada, enquanto que o Android é mais focado em smartphones e tablets — apesar de existirem exceções para essa regra.

A configuração do Samsung Chromebook (modelo XE303C12-AD1BR) inclui um processador Exynos 5 Dual de 1,7 GHz, 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento interno (expansível com cartões SD), tela de 11,6″ LED (1366 x 768), duas portas USB (uma 3.0 e uma 2.0), conectividade Bluetooth e Wi-fi, trackpad multitoque e bateria de 2 células com duração estimada de até 7 horas pela fabricante.

Seu design, com acabamento em plástico prateado, lembra muito o de um Macbook Air. A máquina mede 29.0 (L) x 20.9 (P) x 1.68 ~ 1.75 cm (A) e pesa 1,9 kg. Pela ausência de partes móveis – drive óptico, disco rígido – é bastante fino e leve, para não dizer minimalista.

samsung chromebook - 02

Fechado, o Samsung Chromebook não tem nenhuma porta na lateral direita…

samsung chromebook - 03

…na parte de baixo, só os alto-falantes integrados, o selo da Anatel e algumas informações sobre o produto…samsung chromebook - 04

…E na lateral direita, o conector para fone de ouvido/microfone e um curioso slot para cartão SD protegido por uma portinhola móvel…
samsung chromebook - 06

…que atua como tampa, protegendo o compartimento interno sem o risco de perder uma peça/protetor. samsung chromebook - 07

O teclado, estilo chiclet, está em português. Note a ausência da tecla Caps Lock. samsung chromebook - 09

Na base atrás da tela Chromebook  estão as demais portas: samsung chromebook - 17

Da esquerda para a direita: entrada para SIM card de operadora (o modelo 3G não será vendido por aqui em um primeiro momento, então o slot está protegido por uma peça que aparentemente não sai), uma porta USB 3.0, uma USB 2.0 e saída de vídeo HDMI, além da entrada para a fonte de energia.

samsung chromebook - 08

O ambiente em que os Chromebooks foram demonstrados estava bastante iluminado, por isso a falta de contraste nas telas (já é uma  impressão de uso: a tela não é tão boa para uso em ambientes externos). O Chrome OS é o navegador Chrome e seus apps – já falamos disso no post da Acer.

samsung chromebook - 11 samsung chromebook - 13 samsung chromebook - 12

E, yay, tem Angry Birds. E Gmail, Google Apps, Google Play (para filmes e músicas), Câmera frontal (hangouts!), calculadora e demais apps criados para rodar no navegador Chrome.

samsung chromebook - 14 samsung chromebook - 16 samsung chromebook - 15

As grandes vantagens do Chromebook, pra mim, são a maior segurança (nada de vírus) e o uso intensivo da nuvem para guardar arquivos – com mais 100 GB de Google Drive por dois anos, é uma boa oferta para quem precisa de pacote de produtividade (Google Apps compatível com Word, Excel, Powerpoint), navegar na web e jogar games bem casuais.

Não acredite que vai comprar um Chromebook para acessar sites de bancos (sem Java para você!), editar fotos e vídeos ou criar algo mais avançado em modelagem 3D. Nesse caso, você precisa de um notebook com Windows mesmo.

O Samsung Chromebook, fabricado no Brasil, já está à venda pelo valor sugerido de R$ 1.099 no varejo online e nas lojas próprias da Samsung pelo país. Não duvido que esse preço seja reduzido em alguns meses.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos