ZTOP+ZUMO 10 anos!

Hands on: SSD Intel X25-M no Mobo White

ssd_mobo_intro_a

Bônus Review: Antes de o Henrique perguntar de novo, eu aproveitei a oportunidade de ter o SSD X25 da Intel em mãos para realizar uma experiência que pode estar na cabeça de muitos dos nossos leitores: qual seriam os ganhos em termos de autonomia e desempenho de um netbook com Atom se ele viesse equipado com um desses novos discos SSD da Intel? Eu fiz esse teste em um Mobo White que está de bobeira aqui em casa e posso afirmar que o disco funciona perfeitamente e que algumas vantagens podem ser sentidas.

Mas — no final das contas — vale a pena investir nesse upgrade? Bom, isso já é uma outra história…

Como já comentei no post anterior, o X25-E é um disco no padrão de formato de 2,5″ com os mesmos pontos de fixação e de conexão tanto de dados quanto de força.  No caso do Mobo, basta remover a bateria e a cobertura da base para ter acesso ao interior do portátil e retirar o disco rígido original removendo um parafuso que fixa o mesmo na placa mãe. Feito isso, foi necessário transferir uma chapa de fixação na base do HDD para o SSD e reinstalar o novo disco. O resultado final pode ser apreciado na imagem abaixo:

ssd_mobo_intro_geral_small

Recolocando tudo de volta no lugar, religuei o Mobo e entrei na BIOS para ver se o sistema havia reconhecido o SDD. Até ai, tudo bem:

ssd_mobo_intro_bios

Feito isso, reinstalei o Windows XP Pro, os drivers de dispositivo e o Mobo se comportou como sempre. Sem nenhuma pane do sistema, incompatibilidade de hardware ou mesmo necessidade de instalar um driver específico para o SSD.

Sob testes:

Nesse experimento, eu quis responder a duas perguntas: primeiro se um SDD pode realmente aumentar a autonomia de barteria do portátil e segundo, se o SSD também oferece algum ganho de desempenho. Como no teste anterior, utilizei como referência o mesmo disco rígido Hitachi de 80 GB.

Para responder à primeira pergunta, utilizei o Battery Eater Pro ’05, que pode até não ser o modelo mais real de consumo de energia, mas funciona muito bem como um modelo discreto, parametrizável e comparável de dados.

HDD Hitachi HTS541080G9SA00

Work Done:
Pi calculations 73.574 Cycles
HDD read\write 106.370 Mb
Fames Rendered 491.220 Frames

Total time 3:04:58

SDD Intel X25-M SSDSA2MH080G1GN

Work Done:
Pi calculations 77.995 Cycles
HDD read\write 113.724 Mb
Fames Rendered 546.841 Frames

Total time 3:20:37

Esses números mostram que com o SSD permitiu uns 20 minutos a mais de autonomia. Isso pode ser traduzido em ganho de produtividade. Se levarmos em consideração que essa medição ignora todo e qualquer política de economia de energia, na vida real, pode ser que essa autonomia pode ser bem maior do que medimos, algo na faixa de uma hora.

Aproveitando a oportunidade, eu também rodei o Sysmark 2007 Preview no Mobo com SSD obtendo 39 pontos na pontuação geral. Praticamente o mesmo resultado do mesmo Mobo com HDD (40 pontos).

Com isso posso afirmar que apenas substituir o HDD por um SDD pode oferecer vantagens em termos de resistência a choques mecânicos e autonomia de energia, mas não necessariamente em termos de desempenho. Isso até que poderia ser algo muito positivo se o SSD estivesse num preço próximo ao dos HDDs, o que não é verdade nesse momento.

De fato, a própria Intel estima que o preço de um SSD X25 seria quase o mesmo de um netbook completo, o que invibilizaria essa solução (pelo menos por enquanto). >;^)

Mas caso você não se importe investir tanto num equipamento tão barato, podemos garantir que  SSD funciona sim em um netbook — e muito bem por sinal.

Já no caso de produto de alto valor agregado como os notebooks topo de linha, modelos corporativos ou “rugged” (como os Panasonic Toughbook) e até mesmo as workstations móveis — os SSDs são uma alternativa bastante viável.

Quando eu crescer, quero ter um desses.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Habechian

    Materia muito boa, objetiva e bem formulada. Parabéns.

  • Wagner

    Boma dia qual foi o modelo ultilizado nesse teste?

  • Jefferson

    Olá

    Acho que talvez no Vista, ou aplicativos que fazem maior uso do HD, o aumento da autonomia seja mais nítido.

    Mas a minha maior dúvida, é se realmente o boot e o carregamento de aplicativos são nitidamente mais rápidos como ilustram alguns vídeos comparativos do SSD no Youtube.

    Isso é importante pra mim, pois penso em trocar meu RAID 0, por um SSD de 60 GB até o fim do ano, se houver ganho real nessas operações.

  • marcelo

    to querendo comprar um mombo, 512mg. ssd de 4gb…. pergunta.. depois eu posso abrir o notebuquinho e trocar para um ssd maior??? tipo de 60 ou 80?? como vc fez com o sdd e hdd? grande abraço..

  • Oi Marcelo,

    Se vc está se referindo ao Mobo série 900 (aquele preto com processador VIA), eu já dei uma olhada nele mas não conseguir abrí-lo para ter acesso à sua placa-mãe. Assim, eu não poderia dizer se isso é tecnicamente possível ou como esse upgrade poderia ser feito.

    [ ]s

    M.

  • Sousa

    Boas, eu tenho um asus eee pc 4g(que so tem 4g de memoria) e gostaria de aumetar esta capacidade. É possivel por um ssd neste pc? Eu tenho um sd de 16g mas ha mtos progamas que nao trabalham la.

Próximo post:

Post anterior: