Hands-on: Samsung V820L (celular com TV digital)

H


(link para o ví­deo)

O Samsung V820L é o celular com TV digital integrada. Com um receptor 1-seg, ele mostra os canais de TV aberta que já transmitem a programação em sinal digital. Você não precisa pagar um serviço extra í  operadora para assistir TV – é de graça mesmo.

Depois do clique, mais impressões do aparelho e um monte de fotos.

V820L: fechado - ele tem uma tela externa também

A qualidade de imagem é muito parecida com a dos receptores USB para ver TV digital no computador, como o modelo da Aiko. Não tem alta definição, mas para o tamanho da tela é válido. Vai fazer sucesso com fãs de futebol que vão ver o jogo do seu time (ou de qualquer time) enquanto a patroa faz compras no shopping no sábado ou domingo í  tarde.

Dos canais que a Vivo diz estarem funcionando com TV digital, consegui sintonizar: Mix TV, MTV, SBT, Globo, Record, Rede TV, Gazeta. Band não apareceu, nem Cultura ou Rit TV (essas duas com sinal experimental). A operadora tem um FAQ sobre o tema em seu site também.

Em relação ao primeiro protótipo de celular com TV digital, o V820L é uma baita evolução (acho que eu já escrevi isso, mas vale repetir). Não consegui testar as funções de telefone dele: veio bloqueado para a Vivo e com um SIM card só para ativar o aparelho (e por isso é um hands-on, não um review completo).

V820L: TV ligada, com a antena aberta

Vale lembrar que o V820L já é um aparelho 3G. Assim que a Vivo colocar a rede 3G dela no ar, quem tiver o V820 vai poder usar a internet rápida no telefone.

O que é legal? Tela grande (2,6″, 340 x 220 pixels), parece um celular japonês (pelo design estabanado para os padrões locais – mede 51 x 103 x 18 mm), tem câmera de 2 megapixels que faz boas fotos (na medida do possí­vel para um telefone), faz ví­deos em MPEG-4. Vem com um suporte para apoiar o aparelho em uma mesa (estilo “TV de porteiro”).

O que é imoral? A bateria vai embora rápido. Para dar uma idéia, antes de gravar o ví­deo acima, fiz alguns testes com a bateria a 60% (dois traços no indicador). Vi TV por uns 10 minutos (configuração de brilho no máximo), mais os cinco minutos de gravação – ao final, estava a 25% (um traço, aproximadamente).

Quando o 3G chegar í  rede da Vivo, faminto por bateria como ele é, creio que será necessário andar com um carregador a tiracolo (mas é outro teste que pode ser feito a fundo no futuro, certo, Samsung?).

O que mais? Tem tocador de MP3, fones intra-auriculares (padrão 3,5 mm, que podem ser substituí­dos pelo seu fone favorito – mas precisa conectá-lo ao adaptador com microfone), cartão de 1 GB de memória (não dá para gravar TV), especificações completas no site da Samsung. É vendido com exclusividade pela operadora Vivo, e o preço varia de acordo com o plano escolhido.

Eu, particularmente, não acredito na “revolução” da TV digital entre muitos fabricantes de celulares. Por uma questão de proximidade, as coreanas Samsung e LG devem ter mais modelos até o fim do ano. A Nokia usa o padrão europeu em seus aparelhos (vide o hypado N96) í  venda lá fora, a Motorola usa o padrão americano em outros dispositivos móveis. Não boto muita fé que essas duas empresas invistam para adaptar seus dispositivos ao mercado brasileiro.

(clique nas fotos para ampliar)

V820L: parte de trás mostra a câmera de 2 megapixels
V820L: sem a tampa da bateria, slot para cartão microSD, SIM card e a bateria
V820L: a TV funciona sem antena
V820L: TV digital tem closed-caption
V820L: TV digital no aparelho no modo normal
V820L: menu de atalhos
V820L: detalhe do teclado
V820L aberto: design japonês

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos