Hands-on: Samsung Galaxy Tab 10.1 (3G)

H

O Samsung Galaxy Tab 10.1 era, até a última sexta-feira, um mistério pra mim: os coreanos anunciaram o produto em fevereiro, durante o Mobile World Congress (e vimos o bicho lá, junto com o smartphone Galaxy S II). Semanas depois, cancela tudo: o Apple iPad 2 foi anunciado e a Samsung mudou os planos, com um produto novo e muito mais fino.

Depois, a Samsung prometeu lançar o tablet (já em sua versão magricela) no Brasil em junho. Só que nossos amigos de Brasília resolveram mudar os impostos para esse tipo de portátil fabricado no Brasil, de olho no “natal dos tablets” e os planos dos fabricantes, incluindo a Samsung, mudaram.

leia também:

Finalmente, a Samsung começou a vender o Galaxy Tab 10.1 ontem (13 de agosto), apenas em sua versão 3G e com exclusividade da operadora Vivo até o final deste mês. O tablet, em sua versão de 16 GB, tem preço sugerido de R$ 1.999 sem plano de dados e R$ 1.399 com plano Internet Brasil de 2 GB.

Mexi um pouquinho no Galaxy Tab 10.1, que surgiu de surpresa no fim da tarde de sexta no microstand da Samsung no Q Partner Forum 2011, da Qualcomm. O tablet, com plataforma concorrente (Nvidia Tegra 2) me impressionou pela espessura (8,6 mm) e por ser muito leve (565 gramas).

À primeira (e rápida) vista, me pareceu mais rápido que os concorrentes Xoom e Transformer em navegação e transições de telas – aguardamos, porém, nossa unidade para review (oi Samsung, oi Vivo!).

 

A tela de 10,1 polegadas é um clássico ímã de dedos 🙂

A Samsung colocou na parte superior do aparelho os botões de controle de volume e de liga/desliga:

Logo atrás estão a câmera de 3,2 megapixels com um flash LED:

Abaixo, o conector de cabo de dados:

MNas laterais, apenas os alto-falantes estéreo:

NA parte superior traz ainda a saída de fones de ouvido e o slot para SIM Card:

Uma visão mais próxima da câmera:

Para comparar espessuras: à esquerda, iPhone 3GS (12,3 mm) x Galaxy Tab 10.1 (8,6 mm):

E uma geral na interface: a Samsung adaptou o visual TouchWiz para o tablet (e é o primeiro que vi com alguma alteração suave no visual – tanto Xoom quanto Transformer rodam um Android 3 sem modificações).

AA versão do produto:

Multitarefa não muda muito:

Mas a barra de notificações sim:

Assim que tiver um Galaxy Tab 10.1 em mãos, subo um review completo.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

Disclaimer: o ZTOP+ZUMO tem links de afiliados com a Amazon e pode ser
remunerado caso você clique em links neste artigo e compre algo.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos