ZTOP+ZUMO

Hands-on: Nokia Lumia 520

Recém-homologado pela Anatel para venda no Brasil, o Nokia Lumia 520 faz parte da família de smartphones básicos da fabricante finlandesa com Windows Phone 8. Passei um tempinho com ele durante o Mobile World Congress, em Barcelona.

O Lumia 520 segue a mesma linha de design industrial do Lumia 620 (já à venda no Brasil), com capinhas coloridas (bastante coloridas: tem azul, amarelo, vermelho, branco e preto) intercambiáveis. Suas configurações incluem um processador Snapdragon de 1 GHz (dual-core), 8 GB de armazenamento interno (expansível com cartões microSD) e câmera de 5 megapixels.

Sua tela é de 4 polegadas, com resolução 800 x 480. O material usado na tela é o mesmo do Lumia 920, capaz de receber toques mesmo com luvas nas mãos (algo desnecessário para nossa realidade tropical, certo?)

SONY DSC

A câmera também vem com aplicativos comuns aos smartphones topo de linha da Nokia, como Cinegrafia (para fazer pequenas animações) e Estúdio Inteligente (captura múltiplas imagens para selecionar a melhor). Roda ainda o pacote de mapas Here, da Nokia.

SONY DSC

De resto, é um smartphone bem parecido com o Lumia 620, com botão de câmera, liga-desliga e controle de volume na lateral direita:

SONY DSC

Entrada microUSB para carga/troca de dados com o PC (nada de recarga sem fios por aqui):

SONY DSC

E a câmera vista de perto, com o conector padrão P2/3,5 mm no topo do aparelho:

SONY DSC SONY DSC

O Lumia 920 ao lado do 520: SONY DSC

A Nokia Brasil não informa ainda quando o Lumia 520 será lançado por aqui nem seu preço sugerido. Na Europa, o Lumia 520 é o modelo mais barato da fabricante, sendo vendido pelo valor sugerido de 139 euros desbloqueado (algo em torno de R$ 365 sem impostos/taxas).

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin