Hands-on: Motorola Defy Mini

H

Nem sempre “mini” significa menor. No caso do Motorola Defy Mini, com Android 2.3, anunciado pela fabricante esta semana e já à venda no mercado brasileiro, a grande diferença visível entre o modelo Mini e seus irmãos maiores, o Defy e o Defy+ , é o tamanho da tela: 3,2 polegadas no novo, 3,7 polegadas nos anteriores. O conceito do produto continua o mesmo: é um aparelho protegido contra quedas, água e poeira (mas não é para usar embaixo d’água, né?)

Apesar da tela menor, as dimensões do Defy Mini são praticamente as mesmas dos irmãos maiores: o Defy Mini mede 109 x 58,5 x 12,6 mm e pesa 107 gramas. Já o Defy + e o Defy original medem 107 x 59 x 13,4 mm e pesa 118 gramas. De mini mesmo, só a altura, um pouco da espessura e o peso em comparação.

A versão usada do Android pela Motorola é a 2.3 “Gingerbread”. O processador do Defy Mini também é mais fraquinho: 600 MHz, contra 1 GHz do Defy+ e 800 MHz no Defy.

O corpo do Defy Mini segue o padrão dos seus irmãos maiores: tudo de plástico, com portas protegidas por tampas de borracha. Na parte de trás, vemos a câmera de 3 megapixels com flash LED e a trava da tampa traseira.

No lado direito, o controle de volume e o disparador da câmera – notadamente emborrachados.

Acima, o botão de liga/desliga e a saída para fone de ouvido padrão 3,5 mm.

E do lado esquerdo, a porta microUSB, também protegida contra água/poeira.

Ao destravar a tampa traseira…

Vemos que o Defy Mini traz uma bateria de 1650 mAH (3,8V):

E além do slot para SIM card (padrão), o Defy Mini tem uma entrada para cartões microSD (na caixa, veio um de 2 GB). O smartphone é produzido no Brasil e já está sendo vendido no varejo pelo preço sugerido de R$ 649 em sua versão desbloqueada.

Bônus track: O Defy Mini ao lado do Defy original (à esquerda). Note a diferença no tamanho de tela…

Mas vistos por trás são quase iguais.

De lado, a grande diferença é que o corpo do Defy tem mais parafusos visíveis.

E a base do smartphone tem uma pequena mudança estética (ao meu ver, mais bonita) no Defy Mini.

 

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos