ZTOP+ZUMO

Hands-on: LG Optimus G Pro

O LG Optimus G Pro é um foblet (smartphone + tablet) muito bonito – nem parece tão grande quanto sua tela de 5,5 polegadas indica. Tem design interessante, tela incrível, é rápido e poderoso. Só falta saber se vem para o Brasil.

Sério mesmo, é um aparelho com design diferente. A LG aprimorou  os conceitos básicos da linha L do ano passado com um melhor acabamento e uso melhor de materiais. E é um bicho rápido no hardware: para quem não foi apresentado, o LG Optimus G Pro é um dos primeiros aparelhos a usar a nova linha de chips Qualcomm Snapdragon 600, e traz um processador quad-core de 1,7 GHz.

Esse modelo de processador é considerado pela Qualcomm  “uma evolução do atual S4 Pro quad-core, com mais desempenho” e voltado para aparelhos intermediários e de alto desempenho (o topo de linha é o Snapdragon 800, que deve aparecer em outros modelos de outros fabricantes no MWC 2013).

Ainda nas configurações, o LG Optimus G Pro vem com 2 GB e RAM, 32 GB de armazenamento interno (expansível com cartões microSD), tela IPS de 5,5 Full HD (1920 x 1080 com 400 ppi) e uma câmera de 13 megapixels traseira (2,1 megapixels na câmera frontal), rodando Android 4.1.2 “Jelly Bean”. A bateria utilizada tem capacidade de 3.140 mAH e é removível – segundo a LG, é possível usar um carregador sem fios para recarregá-la.

A tela IPS Full HD, pra mim, é o principal destaque do Optimus G Pro: nítida, brilhante, com foco e precisão. A LG tem usado a tecnologia em outros produtos das suas linhas de smartphones (como a série F, de “4G popular“) e é um recurso que faz bastante diferença. Nada de preço ainda para o Optimus G nem sua previsão de lançamento para o mercado local.

Galeria de fotos (clique para ampliar).

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin