ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Hands-on: Etiqueta de Transferência a Ferro Epson LC-5WBQ5

Durante o teste da rotuladora Epson LabelWorks LW-400, aproveitei para avaliar uma amostra de uma mídia especial (LC-5WBQ5) para ser colada em tecido. Mas será que ela realmente funciona?

A LC-5WBQ5 é uma fita de 18 mm de largura x 5 metros e imprime caracteres pretos sobre um fundo branco. Ele pode ser encontrado no varejo pelo preço sugerido de R$ 55, por sinal o mesmo valor das outras mídias, porém numa quantidade menor.

Para esse teste, imprimimos algumas etiquetas com a LW-400. Elas diferem dos outros tipos por não ter uma face auto-adesiva (duh!) parecendo mais uma tira de plástico fosco.

Epson_LC-5WBQ5_setup1

O produto vem acompanhado de um pequeno manual de instruções, com detalhes sobre  os tipos de tecidos que podem ser usados com essa mídia, além de instruções de como pregar a etiqueta e como conservá-la por mais tempo:

Epson_LC-5WBQ5_instrucoes

Como as instruções não recomendam o uso de ferros a vapor, usei nesse caso um velho modelo da Black & Decker modelo VFA, um projeto que ela herdou da GE da época em que ela comprou sua fábrica no Brasil. Como não tenho a mínima idéia das temperaturas que esse ferro alcança, eu usei meu termômetro infravermelho para checar.

Epson_LC-5WBQ5_setup2

Por meio de tentativa e erro, eu consegui estabilizar a temperatura da chapa perto dos 140 graus recomendado pelo fabricante…

Epson_LC-5WBQ5_temperatura

… coloquei a etiqueta sobre um retalho de tecido de algodão…

Epson_LC-5WBQ5_posicionando_etiqueta

… e pressionei com o ferro quente pelos quinze segundos recomendados pelo fabricante.

Epson_LC-5WBQ5_aplicando_calor

Bom… como podemos ver, acho que meu ferro é quente demais para as instruções da Epson. De fato, a etiqueta praticamente se fundiu com o tecido e ainda deixou resíduos de plástico derretido no ferro, que teve que ser removido manualmente com uma espátula de madeira.

Epson_LC-5WBQ5_fail

Depois de mais dois testes igualmente desastrosos, cheguei num procedimento que funcionou para mim. Baixei a temperatura do ferro para a posição 2 (indicado para passar seda, poliéster e tergal) coloquei uma nova etiqueta sobre o pano…

Epson_LC-5WBQ5_teste2_1

… e sobre ela uma folha de papel branca para protegê-la do contato direto do ferro.

Epson_LC-5WBQ5_teste2_2

Também reduzi o tempo de aplicação do ferro para uns 3~4 segundos e o resultado pode ser visto embaixo:

Epson_LC-5WBQ5_teste2_3

De fato a etiqueta realmente gruda no tecido de maneira uniforme resultando num trabalho limpo e bem acabado.

Epson_LC-5WBQ5_teste2_4

Vale a pena observar que a temperatura do ferro é um fator crítico nesse procedimento, de modo que nossa recomendação é que o usuário faça seus primeiros testes com o ferro regulado em temperaturas mais baixas, subindo aos poucos até encontrar o ponto ideal de temperatura x tempo de aplicação do ferro.

Simples não? 🙂

(Esse post foi originalmente escrito e publicado por este Editor de Testes durante seu exílio no ZUMO.)

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.