Hands-on: smartband All4One Connect U220

H

A All4One Connect U220 poderia ser mais uma pulseira de exercícios conectada: mede passos, conta calorias, te diz a hora, avalia seu sono e sincroniza dados com seu smartphone. Mas não é: o acessório tem como forte fazer com quem já faz atividades esportivas monitore e acompanhe sua performance – desde que leve o telefone no bolso junto.

Já tive meus momentos de rato de academia (graças a uma apendicite aguda e uma fase neurótica de aulas de spinning que cheguei a 85 kg e quase sumi), hoje sou sedentário (sim, a vida é triste e a gente morre no final).

E por isso a Connect U220 não é um produto pra mim – talvez seja se eu reinstalar o plugin na versão rato gordo de academia – ou pra quem quer só uma pulseira de acompanhamento do dia-a-dia. Minha grande referência de gadgets companheiros de caminhada é o FitBit (da primeira geração ainda), hoje aposentado no fundo de alguma gaveta e que é muito bom nisso – saber quanto você andou, subiu de escada e dormiu todas as noites.

De qualquer modo, é um acessório interessante e que vai fazer sucesso entre seu público-alvo, ainda mais por conta do preço sugerido de R$ 199.

A All4One é uma marca própria da Netshoes com produtos/apps desenvolvidos ou adaptados para o mercado brasileiro e com foco em performance: além da pulseira, a All4One tem na linha uma balança de bioimpedância conectada, transmissor cardíaco de peito, um óculos de treinamento (com luzes que indicam para um ciclista, por exemplo, a frequência cardíaca daquele momento), sensor de velocidade para bicicletas, um “foot pod” (sensor para tênis estilo Nike+) e até um “rolo de treino” (também para bicicletas) que leva a montanha pra dentro de casa.

O hardware

A pulseira é bem simples: uma tira sintética que protege um dispositivo menor com tela e botão.

Jpeg

O produto é tão low-profile (no sentido de “hoje as pessoas compram gadgets pra mostrar pros outros e dizer que têm status“) que a marca só aparece no prendedor da pulseira.

Jpeg

Visto por trás, nada de sensores ou medidores – apenas os botões de encaixe da peça à pulseira.

Jpeg

Ao pressionar o botão da Connect U220, aparecem data, hora e estado de carga da bateria.

Jpeg

Mais um toque e é o número de passos:

Jpeg

Mais um e o número de calorias gasto:

 

Jpeg

…pressão atmosférica (abaixo) e temperatura (que, na maioria das vezes, me pareceu estar incorreta, por isso nem coloquei aqui a imagem).Jpeg

Um toque prolongado no botão ativa o modo Sono, que vai medir como (e se) você dorme direito. Jpeg

Da pulseira em si, gostei muito do fato de a Connect U220 não precisar de cabos para recarregar a bateria de 70 mAh. Basta remover da pulseira e encaixar na porta USB do seu computador – rápido, fácil e simples. A smartband usa Bluetooth 4.0 LE para sincronizar dados com o smartphone, e a bateria – diz a fabricante –  pode chegar a uma semana de duração.
Jpeg

O software

Com versões para iOS e Android, o app All4One é a base de sincronia com a pulseira e, principalmente, as atividades físicas regulares do dono da smartband. Instalei o app no Moto Maxx e esperei algumas atualizações para poder escrever este texto – alguns bugs impediam a sincronia e até mesmo o ajuste de hora e data do acessório – tudo resolvido em updates do app. Você precisa fazer um cadastro na “rede” All4One – via email, Google ou Facebook, em resumo – e responder um pequeno questionário de saúde, tudo para montar seu perfil.

Essa é a tela principal do app (a interface é similar no iOS e Android, com pequenas mudanças de estilo no iOS). O que eu disse de performance (e, digamos, incentivo para isso) está lá: tem pontos XP (experiência) e de “suor” para você competir com seus amigos (dá pra ver um ranking geral com nome-e-sobrenome das pessoas usando, algo que achei meio invasivo).

01

Para sincronizar dados com a smartband, é preciso clicar na sua foto e selecionar a pulseira. Sincronização geralmente rápida via Bluetooth – após pressionar o botão da pulseira para ativar o recurso.

Screenshot_2014-11-25-14-42-23 (1)

A ênfase em resultados – de treino, de corpo (esse precisa da balança da All4One) e de sono – está lá (poderiam melhorar essa interface).

02

Aqui, um resumo da noite de sono. Acho que dormi menos do que pensei na última noite. Pelo app, também dá para programar um alarme na pulseira, que vai vibrar pra te acordar.

03

Com esse mantra de “desempenho, desempenho, desempenho”, o forte do aplicativo + pulseira é acompanhar as atividades do atleta em inúmeras modalidades, de uma simples caminhada a corridas de prova. Problema? É preciso levar o telefone junto, já que os dados de pulseira + app + outros acessórios (como o monitor cardíaco) sincronizam em tempo real.

04

Depois disso, os resultados aparecem em uma página do app. Mesmo sem um treino definido em uso, a smartband mede os passos e, ao sincronizar com o aplicativo, mostra os dados aí. Fica a dica pro pessoal da All4One/Netshoes: ter uma área mais simplificada com resultados resumidos de passos/distância por dia (como tem na parte de sono).

06 07

Conclusão

Com tantos recursos voltados a atletas de desempenho e com um preço sugerido bem interessante (R$ 199), a All4One Connect U220 é uma opção boa e barata no meio de tantos medidores profissionais de outras marcas. Poderia ter alguns recursos mais simplificados para sedentários-querendo-mudar-sua-situação, mas de qualquer modo faz o que promete e o app está sendo atualizado constantemente pela Netshoes.

Eu, particularmente, gostaria de ver mais notificações – nem que fosse vibrar a pulseira a chegar uma mensagem de certo remetente ou ao receber ligações no smartphone. Pelo menos me acorda de manhã!

 

[All4One]

 

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos