Google é mais uma pedra no caminho do Open XML

G

Com a proximidade da divulgação dos resultados da resolução da ISO/IEC sobre o processo dos padrões Open XML, mais um oponente da Microsoft vem a público se manifestar: o Google.

Em um post assinado por Zaheda Bhorat, gerente de programas open source, no blog oficial do Google, a empresa defende a adoção do ODF como padrão para documentos:

O Google apóia padrões abertos para documentos e o ODF, o padrão reconhecido internacionalmente. O ODF tem suporte e implementação global, e sua enorme criação e iteração garantem a transparência, consistência e interoperabilidade necessária em um padrão de trabalho.

(…) Após análise técnica da especificação junto a todo dado adicional disponí­vel sobre o Open XML, o Google acredita que esse seria um padrão desnecessário e insuficiente, projetado apenas para atender í s necessidades do Microsoft Office.

(…) Convido a todos a prestar atenção no tema da unificação do Open XML no ODF. Uma decisão sobre padrões de documentos pode não importar para você hoje, mas para alguém que confia no acesso constante a documentos, planilhas e apresentações editáveis, o tema pode importar demais em um futuro próximo.”

É briga de cachorro grande, e com o post o Google manda mais um recado sutil para a Microsoft a favor dos padrões abertos. A votação da resolução da ISO/IEC sobre o padrão Open XML (DIS 29500) ocorre esta semana em Genebra, na Suí­ça, e é fechada para a mí­dia.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin


RSS Podcast SEM FILTRO




+novos