Números enormes: Samsung Galaxy Fold no Brasil

N

Fabricante começa a vender smartphone dobrável a partir do próximo dia 22, com preço alto (mas isso era mais que esperado) e serviços premium para o comprador. 

Galaxy Fold

O smartphone de duas telas – uma externa de 4,7” e uma interna, que se abre como um livro, de 7,3” e todos os superlativos de hardware para a marca (seis câmeras, 12 GB de RAM, 512 GB de armazenamento interno, processador Qualcomm Snapdragon 855) – foi anunciado em fevereiro de 2019 em San Francisco, junto ao Galaxy S10.

Porém, em abril, as primeiras amostras enviadas para testes da mídia especializada apresentaram problemas e mais problemas, fazendo com que a marca cancelasse o lançamento para resolver as questões levantadas pelos avaliadores – como a película superior da tela que descascava com facilidade e a falha na dobradiça que permitia a entrada de partículas que afetavam a tela.

Em setembro, o Galaxy Fold renovado (e com os problemas resolvidos) foi lançado e agora chega ao Brasil pelo preço sugerido de R$ 12.999 – é uma nova categoria de smartphone para a Samsung, acima dos modelos premium (S10/Note 10): simplesmente smartphone dobrável.

O Galaxy Fold será vendido apenas online pela Samsung em uma flash sale – apenas 24h de vendas entre 22 e 23 de janeiro. Outras datas devem ser anunciadas em breve.

O modelo – que vem em uma caixa cheia de coisas com os fones sem fio Galaxy Buds e capa de kevlar para proteção externa – entra em pré-cadastro para vendas hoje (17) e começa a ser entregue no dia 22 de janeiro.

Somente 15 lojas da Samsung selecionadas (no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Campinas, Fortaleza e Porto Alegre) terão o Galaxy Fold apenas para demonstração. Se o cliente quiser comprar um, ele fará a compra online na própria loja e o smartphone será entregue em 24 horas. Donos do Fold terão acesso ao serviço Premium Galaxy Fold, com atendimento exclusivo, serviço de leva e traz em caso de reparo e smartphone reserva em caso de assistência. 

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o criador do ZTOP e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

+novos