Galaxy A50/A30, os novos smartphones “essenciais” da Samsung

G

Pós-MWC 2019 – Em Barcelona, o Galaxy S10 foi o destaque e o Galaxy Fold até deu as caras (em uma redoma). Mas dois novos aparelhos da série A – o Galaxy A30 e o Galaxy A50 – foram anunciados.

Novos Galaxy A

O Galaxy A30 e o Galaxy A50 estão, de acordo com fonte que informa este ZTOP+ZUMO, na lista de lançamentos da Samsung para o primeiro semestre no mercado local. A lista completa inclui outros modelos da série A (ainda não anunciados) e o novo M30.

É interessante – no caso desses dois modelos – ler o comunicado de imprensa da Samsung divulgado no MWC. O primeiro parágrafo, mais exatamente (em tradução livre):

“A Samsung Electronics revelou hoje a nova série Galaxy A, começando com dois novos smartphones projetados para trazer ao portfólio intermediário as grandes inovações da indústria. Os Galaxy A5 e A30 oferecem melhorias importantes para recursos essenciais dos aparelhos, incluindo uma experiência de visualização imersiva, desempenho de maior duração e uma câmera que captura o mundo como você o vê”.

O termo essencial, para mim, é o que importa nessa frase. Ao meu ver, a Samsung jogou para o alto as especificações dos aparelhos da série A (como no Galaxy A9, com quatro câmeras e um preço quase de high-end) e deixou essa série de produtos num limbo entre os aparelhos de entrada da série J e os topo de linha Note/S.

Os A hoje no Brasil são muito caros para ser J e custam o preço de um S de geração anterior (que pode até sair mais barato, dependendo do modelo).

O essencial importa porque me parece que é onde a comunicação vai dizer que “olha, tem esse aqui que é parecido, mais essencial” e tentar levar o consumidor do J pro A. Vide o S10, que tem uma versão S10e de “essencial“. É um termo aspiracional interessante.

Até me pergunto (e isso só a Samsung pode responder quando lançar esses aparelhos aqui) se não vale a pena levar o consumidor do J para esses A mais “essenciais” (e numa dessas fazer a transição da linha que mais vende para a marca no Brasil aos poucos). Em tempo: A30 e A50 já passaram na Anatel.

Galaxy A30

O Galaxy A30 tem uma tela Super AMOLED de 6,4 polegadas FHD+ com “Infinity U” (o entalhe circular no centro da tela) e uma bateria de 4.000 mAH com carregamento rápido. A traseira tem uma câmera principal de 16 megapixels e uma grande angular de 5 megapixels; a câmera frontal também tem um sensor de 16 megapixels.

O A30 terá versões com 32 / 64 GB de armazenamento interno e 3 / 4 GB de RAM e quatro cores: branco, preto, azul e vermelho. O leitor de impressões digitais fica na traseira e o processador é um Dual-Core 1,8GHz + Hexa 1,6GHz.

Galaxy A50

Já o Galaxy A50 é o irmão mais sexy: tem o mesmo tamanho do A30 (158,5 x 74,7 x 7,7mm), mesma capacidade de bateria (4.000 mAH) e a mesma tela de 6,4″ com “U”, mas um processador melhor (Quad 2,3GHz + Quad 1,7GHz), mais RAM (4 / 6 GB), mais armazenamento (64 / 128 GB) e mais câmeras.

São três câmeras traseiras – 25 megapixels principal, 5 megapixels (profundidade) e 8 megapixels (grande angular). A câmera frontal também tem 25 megapixels de resolução e permite tirar fotos com Foco Dinâmico (com o fundo borrado).

O grande destaque, porém, vai para o fato de o Galaxy A50 ser o primeiro smartphone depois do S10/S10+ a ter um leitor de impressões de digitais na tela. Não consegui mexer nisso durante o MWC, mas é muito interessante ver isso em um produto para um público mais “essencial” uma semana depois do anúncio do flagship da marca para o semestre.

E as cores são muito doidas, conforme dá para ver abaixo – preto, branco, azul e coral. Nada de preço ou lançamento dos Galaxy A30 ou A50 por enquanto.

Bônus: fotos do Galaxy S10 5G

Ao lado do Galaxy S10+, para comparação de tamanho:

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos