Gadgets do dia: Samsung Galaxy M (10/20/30)

G

Depois do Galaxy S e do Galaxy A, hoje foi a vez da Samsung apresentar a linha (nova!) Galaxy M.

Os aparelhos – de entrada e intermediários – parecem muito com os da série A, mas têm um diferencial em vendas: só dá para comprar um Galaxy M online.

O lançamento do Galaxy M no Brasil segue a estratégia da Samsung na Índia. Lá, apanhando da Xiaomi (que tem todo um esquema de vendas baseado na internet como já sabemos), criou a linha M específica para aquele mercado – de 2017 para 2018 a Samsung caiu para número dois no mercado indiano.

Como resultado, fez a concorrente se mexer. Sinal de que está dando certo e agora a experiência Galaxy M se repete no Brasil.

Os aparelhos serão vendidos apenas pela internet, e em uma primeira fase, somente pela própria Samsung e pelos sites da B2W (Submarino, Americanas.com e Shoptime) – o M30 será vendido nas demais lojas online também (vai ainda ter uma pré-venda-relâmpago de 24 horas na Samsung para os três modelos).

Nas configurações, podemos considerar o M10 e o M20 como aparelhos de entrada e o M30 como um smartphone intermediário. O Galaxy M20 é o grande destaque aqui por sua bateria grande de 5.000 mAH. Vai bater de frente com o Moto G7 Power e os novos Asus com QSIP.

Vale lembrar que não é a primeira vez que a Samsung tenta uma estratégia online-apenas no Brasil – em 2015, a marca lançou o Galaxy On5 e On7 também apenas com vendas no e-commerce (e também somente nos sites da B2W).

Samsung Galaxy M10

Samsung Galaxy M20

Samsung Galaxy M30

Especificações técnicas

[Samsung]

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos