ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Gadgets do dia: novo iPad e nova Apple TV

O primeiro iPad da era pós-Steve Jobs foi anunciado hoje pela Apple, para começar a ser vendido nos Estados Unidos no próximo dia 16. Não é um iPad HD ou iPad 3, e coloca de novo a turma de Cupertino, rainha dos tablets, na frente da concorrência com distância de um ano. Me surpreendeu o fato de a Apple entrar na corrida pelos aparelhos com LTE/4G.

Nas especificações técnicas, o grande destaque do iPad (sim, só iPad) é a sua tela de 9,7 polegadas com tecnologia Retina Display e resolução monstro de 2048 x 1536 (minha pobre TV HD tem 1280 x 720…). Pra que tudo isso? filmes e jogos em alta definição, editar fotos e vídeos (agora tem iPhoto para iPad, por sinal) e dar uma impressão visual muito mais precisa e nítida para quem vê – como já aconteceu com a tela do iPhone 4, certo?

 

O iPad usa um novo chip A5X dual-core, com GPU quad-core e vem com câmera de 5 megapixels capaz de gravar vídeo Full HD (1080p) com estabilização de imagem. A bateria mantém o padrão dos iPads anteriores, com média de 10 horas de uso, e o preço sugerido é o mesmo do lançamento das versões antigas: o modelo só com Wi-Fi sai por US$ 499 (16 GB) / US$ 599 (32 GB) / US$ 699 (64 GB) e a versão 3G/4G sai por US$ 629 (16 GB) / US$ 729 (32 GB) / US$ 829 (64 GB). O iPad 2 continua a existir apenas em versão de 16 GB, mais barata – nos EUA, US$ 399 (Wi-Fi) e US$ 529 (Wi-Fi + 3G), no Brasil, a partir de R$ 1.399 (16 GB, Wi-Fi).

Vale lembrar que não temos redes 4G ainda no Brasil (o leilão da Anatel está previsto para maio, não temos espectro definido e as redes das operadoras só devem funcionar em 2013) – pelo menos o iPad funciona em 3G/HSPA+. O tablet roda iOS 5.1, já foi liberado para os demais iDispositivos.

E, sim, o iPad está um ano na frente da concorrência – ao menos a movida a Android. Um iPad, anunciado hoje, começa a ser vendido na próxima semana. Um tablet Android (oi Asus! oi Samsung!) é anunciado em um evento mundial de mobilidade e não tem preço nem data de lançamento – fora especificações técnicas (tela, 4G – vale ressaltar que a Asus, ao menos, tem modelos com essa conectividade ou com tela Full HD).


O outro lançamento do dia é a Apple TV renovada, em versão agora capaz de rodar vídeos em 1080p e uma nova interface de tela.  A Apple TV anterior é um dos nossos gadgets favoritos para a casa conectada. Também sai na sexta (16) nos EUA, pelo preço sugerido de US$ 99 nos EUA / R$ 399 no Brasil (já está em pré-venda, sem data de entrega definida ainda).

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • rubens

    Bom gosto do pessoal da Apple na hora de alugar filmes. 🙂

    Poxa, o A5x é legal, mas eu esperava mais. dual Cortex A9 e PowerVR 543MP4 é bom, mas só dobrou a parte gráfica (enquanto o A5 foi um salto estúpido sobre o A4), e (provavelmente) aumentou as frequências.
    O S4 Pro (Krait + Adreno 3xx) e o Omap5 (com Cortex A15 e PowerVR 544MP2) vão ser tão ou mais rápidos que ele logo mais.
    A não ser que a Apple tenha integrado o baseband LTE no A5x, aí seria interessante.

    Imagino que para eles seja interessante adotar o LTE, afinal de contas as redes já estão funcionando nos EUA, eles ganham dinheiro com conteúdo e talvez a Samsung já esteja fabricando o A5X em 28nm (que consome menos).

    Vai ser curioso ver o impacto da resolução no desempenho dos jogos mais pesados (a parte gráfica é 2x maior, mas a quantidade de pixels cresceu 4x).

    • rubens

      Hmm, o baseband não é integrado. usa um modem Qualcomm mesmo.

      E acabaram de aumentar alguns limites de tamanho nas Stores deles. LTE ajuda a desafogar o cache no servidor :D.

  • Pingback: Apple TV: 5 minutos com o novo software (5.0)()

  • Readgis

    [OFF TOPIC] SÃO PAULO – O Ecad, escritório central de arrecadação e distribuição, quer receber pagamento de blogueiros. A organização começou a cobrar R$ 352 mensais de blogueiros que incorporam vídeos do YouTube em seus posts — a justificativa da entidade é que os vídeos são uma forma de “retransmissão musical” e, por isso, os donos de blogs precisam pagar direitos autorais.
    A primeira a receber a cobrança foi Mariana Frioli, do blog A Leitora. Mariana estranhou quando recebeu, na semana passada, uma ligação de um estagiário do Ecad. Ela não havia fornecido seu celular a ninguém. Além disso, seu blog é pessoal e fala sobre suas próprias leituras. O estagiário explicou que a cobrança referia-se ao trailer do filme Delírios de Consumo de Becky Bloom e enviou por e-mail mais detalhes sobre a cobrança.
    http://blogs.estadao.com.br/link/blogs-sao-cobrad

    • henriquem

      tamos ligados… gente folgada é fogo!

  • TharAlow

    Esse câmbio da Apple é complicado. Não só dela, é claro.

  • Pingback: Com Xeon E5-1600/2600, Intel corre atrás da nuvem()

  • Pingback: O 4G do novo iPad vai funcionar no Brasil?()

  • a melhor coisa com esse lançamento foi a redução de preço do ipad 2…