Gadgets do dia: HP Mini 1000 (e parentes)

G
HP Mini 1000

Se o incrível HP 2133 mini tinha todo jeito, cara e estilo corporativo, a família Mini 1000 abraça o design dos notebooks pra consumidor final da fabricante. São três modelos: Mini 1000, Mini 1000 Vivienne Tam Edition e Mini 1000 com Mobile Internet Experience (leia-se Linux). Configurações e mais fotos depois do clique.

As três máquinas têm configurações com Intel Atom N270 de 1,6 GHz e teclado com 92% igual a um convencional (aparentemente, o mesmo do 2133) e uma webcam.

O primeiro modelo a chegar ao mercado norte-americano é o Mini 1000, com acabamento Black Piano e acabamento HP Imprint (aquelas firulas na tampa do netbook), com telas de 8,9″ ou 10,2″. Tem ainda uma porta Ethernet, duas USB, disco rígido de 60 GB ou SSD de 8 ou 16 GB, Wi-Fi, Bluetooth, até 1 GB de RAM e, em dezembro, uma versão com 3G. Roda Windows XP Home e já está à venda nos EUA com configurações a partir de US$ 399.

O HP Mini 1000 Vivienne Tam Edition é para as moças, todo vermelho, florido e, diz a HP, baseado na coleção de primavera 2009 da estilista que dá nome ao modelo especial (foto abaixo). Tem tela de 10,2″, Ethernet, duas USB, Wi-Fi, Bluetooth (3G em breve também). Roda Windows XP Home e começa a ser vendido por US$ 699 em dezembro.

E, finalmente, o HP Mini 1000 com MIE (Mobile Internet Experience) é a versão com Linux da família. A HP criou uma interface especial para conteúdo digital (fotos, vídeos, músicas, e-mails, mensagens instantâneas blablabla), com os aplicativos pré-carregados num ambiente de widgets (dashboard), minimizando o tempo de boot. Com opção de tela de 8,9″ ou 10,1″, também tem porta Ethernet, duas USB, Wi-Fi e Bluetooth, mas só será lançado em janeiro de 2009, com preço a partir de US$ 379. E, se a interface especial for assim, acho que até eu quero um:

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos