ZTOP+ZUMO 10 anos!

Gadget (retrô) do dia: Mini impressora tipográfica da Gakken

Liberte o lado Gutemberg dentro de você imprimindo cartões com sua própria maquininha de tipos móveis.

Lançado no fim no ano passado, o mais novo mook da série Otona no Kagaku da editora Gakken do Japão tem como tema principal a tradicional arte da tipografia, sendo que ela vem acompanhada…

… de um curioso kit para montar…

… que permite ao leitor construir uma mini impressora tipográfica para chamar de sua em menos de 30 minutos:

Essa engenhoca utiliza uma técnica conhecida como “letterpress” que, como o próprio nome sugere, faz com que a mídia a ser impressa seja pressionada contra a matriz de texto formada por caracteres em relevo que possui uma leve camada de tinta, capaz de transferir a sua informação alfanumérica para o papel:

Essa técnica por sinal não difere muito da criada por Johannes Gutenberg quando ele inventou no século XV a prensa de tipos móveis que barateou dramaticamente o custo de reproduzir livros em grandes quantidades, algo que teve um papel fundamental no desenvolvimento da RenascençaReforma e na Revolução Científica e também lançou as bases materiais para a moderna economia baseada no conhecimento e a disseminação em massa da aprendizagem.

Mas como era de se esperar de um kit didático, a impressorinha da Gakken está mais para uma prova de conceito, onde o leitor tem a experiência de compor o seu texto na sua matriz de tipos móveis…

…preparar a tinta e a mídia e imprimir pequenos materiais como cartões de visita (9,1 x 5,5 cm) , marcadores de livros (máximo 4,0 x 13 cm), porta copos de cerveja (até 9 cm de diâmetro) etc. A editora recomenda o uso de papel cartão de 120 gramas/m² até 209,4 gramas/m²

Também em nome da simplicidade, o kit da Gakken vem apenas com dois conjuntos de fontes tipográficas: Uma com caracteres silábicos do tipo hiragana e outra com caracteres romanizados (fonte Century):

O vídeo abaixo mostra o funcionamento dessa impressora, assim como algumas técnicas avançadas de impressão utilizando mais de uma cor ou mesmo clichês de borracha (aparentemente o mesmo tipo usado em carimbos):

O preço sugerido desse kit é de 3.789 ienes (~R$ 117) na lojinha da empresa porém o produto está esgotado. Ele ainda pode ser encontrado na Amazon.com.jp por 4.680 ienes (R$ 144).

Mais informações aqui.

Ainda em tempo:

Para quem não sabe (ou acompanha este ZTOP faz pouco tempo) a Gakken é uma companhia japonesa especializada em publicações, kits para montar e brinquedos voltados para educação, sendo que uma das suas linhas de produtos mais fascinantes é a “Otona no Kagaku” (=ciência para adultos).

Essa coleção combina um livro temático + um kit de exploração para montar, normalmente feito de materiais simples e baratos, mas que são de cair o queixo pela sua complexidade e criatividade na sua concepção — algo bem difícil de combinar, mas necessário neste caso — já que estamos falando de um material voltado para o público adulto (ou mais exatamente, um “brinquedo de marmanjo”).

Entre os diversos livros já publicados, existem coisas simples como uma máquina voadora (ornitóptero) ou telescópio de Galileu até engenhocas bem complexas como um Animaris Imperio (robô bipede movido a vento),motor a vaporprojetor de filme de papelcomputador de 4 bitscâmera estéreo de plástico e até um micro-drone na forma de semente de bordo:

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.