ZTOP+ZUMO 10 anos!

Gadget (retrô) do dia: Nikon Df

Nova câmera digital da Nikon incorpora sensor full frame e é compatível com todas as lentes com baioneta Nikon F, incluindo os primeiros modelos sem sistema Ai.

Da série “Opa! Se tá vendendo bem também tô nessa!“, a Nikon cai de cabeça na onda das câmeras retrô e anunciou sua Nikon Df, uma volta aos velhos bons tempos quando fumar era in, aquecimento global e buraco de ozônio eram balela de eco-chato, os cumunistas ateus queriam acabar com a gente com uma chuva de bombas atômicas e as câmeras reflex ainda eram consideradas patrimônio da família e tratadas com o mesmo cuidado e reverência quanto a caranga do papai ou a espingarda do vovô.

nikon_DF_cores

Do lado de fora, o visual da Nikon Df (= Digital fusion) lembra muito o estilo e o design dos anos 1960~70 …

nikon_DF_overall

… sendo que  para mim ela parece uma versão encorpada da Nikon FM…

nikon_FM

… com algumas pitadas da Nikon F3 — em especial o seu pequeno grip (à esquerda) que já acenavam para as futuras tendências de design…

nikon_F3

…  que resultaram no atual estilo super-ergonômico / biomecânico / auto-tudo / impessoal e até meio sem graça que predomina nos dias de hoje:

nikon_D7000Mas para chegar na Df os projetistas da Nikon tiveram que sacrificar um pouco a ergonomia em favor de um visual mais clássico. Um bom exemplo é o disco seletor de opções, que saiu da posição horizontal para assumir a forma de um dial na vertical numa posição não muito confortável para o dedo indicador (que normalmente opera esse controle).

Note também que essa câmera não possui flash embutido, o que ajuda em muito a melhorar a vida útil da sua bateria modelo EN-EL14/EN-EL14a e com vida útil é estimada em ~ 1.400 fotos, segundo o padrão CIPA.

Nikon_Df_body_front

Além disso, a DF deita e rola nos controles analógicos com diversos dials, botões e seletores espalhados pelo topo e  laterais da câmera (eu contei pelo menos 33 sem contar a lente) o que proporciona acesso rápido e direto aos ajustes mais usados por aqueles fotógrafos que se atrevem a ir além do modo Program/green zone. Ela mede 14,4 x 11,0 x 6,7 cm (LxAxP) e 760 gramas de peso, o que faz dela a “menor” câmera da casa equipada com um sensor Full Frame.

Nikon_Df_body_top

Tecnicamente falando, a Df é uma DSLR Full frame — com direito a caixa de espelho e pentaprisma de cristal com fator de ampliação de 0,7x e campo de visão de 100% —  que combina elementos do modelo D4 (sensor + processador de imagem) com sistema de foco da D610.  Seu painel LCD traseiro de 3,2″ tem resolução de 921 mil pontos.

Nikon_Df_body_back

Como era de se esperar de uma câmera desse tipo, seu corpo é todo em liga de magnésio e é resistente a respingos d’água e entrada de poeira. E para quem possa interessar, ela ainda é fabricada no Japão, o que é comum no caso de câmeras muito novas cujo início da fabricação em série ainda é recente.

Nikon_Df_bottom

Já o sensor de imagem é do tipo CMOS de 16 megapixels com sensibilidade ISO 100 ~ 25.600 (expansível até ISO  204.800). Seu disparador de 4~1/4000 segundos + B e T pode bater até 5,5 qps e as imagens são armazenadas no seu slot para cartão SD/SDHC/SDXC.

Curiosamente, a Nikon Df não grava vídeos (uia!), o que faz dela uma das únicas (se não for a única) câmera topo de linha de última geração a não contar com esse recurso. Ela também não vem com Wi-Fi embutido, apesar desse recurso poder ser implementado como uso de um acessório opcional (módulo Wu-1a).

Nikon_Df_sensor_imagem

Para mim fica claro que a Nikon Df é um câmera de nicho voltado para fotógrafos saudosistas, fãs da marca (cuja adoração chega ao nível da Leica) e até alguns consumidores descolados que não se importam em gastar quase 3 mil dólares num produto cheio de história e tradição, tecnologia de ponta, excelente qualidade de imagem, mas que não grava vídeos. Porém, acredito que para esse pessoal isso não importa muito já que — pra que serve filmadora mesmo?

nikon_DF_preto

O preço sugerido da Df é de US$ 2.749 (apenas o corpo) ou US$ 2.999 na forma de kit com a lente AF-S NIKKOR 50mm f/1.8G (abaixo), uma lente normal de 50 mm/f1.8 especialmente estilizada para combinar com a câmera:

Nikkor_AFS_50_1.8_SEA previsão é que a Nikon Df chegue no Brasil em janeiro de 2014 junto com a nova Nikon D5300 com preços a serem definidos. Mais informações aqui.

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.