ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Gadget do dia: projetor Vivitek Qumi

De olho no mercado crescente de tecnologia no Brasil, os taiwaneses da Vivitek anunciaram hoje o lançamento do projetor portátil Qumi (leia-se Cumi), que cabe na palma da mão. Olhando assim de frente ele até parece grande…

… até vê-lo na mão…

…ou embaixo de um iPhone 3GS:

Na parte técnica, o Qumi usa tecnologia DLP (da Texas Instruments) e iluminação por LED para gerar imagens de até 90 polegadas (resolução UXGA – 1600 x 1200 pixels – máxima, taxa de contraste 2500:1) em até 3 metros de distância da tela/parede, com brilho de 300 lúmens. O projetorzinho mede 16,2 x 3,2 x 10,2 cm, pesa 635 gramas e consegue reproduzir conteúdo 3D dependendo da fonte (com um notebook com óculos passivos, por exemplo). Sua lâmpada tem duração estimada em 30 mil horas.

Para comparação, a maioria dos picoprojetores portáteis fica entre 15 e 30 lúmens (como o embutido no smartphone Samsung Galaxy Beam, de 15 lúmens, por exemplo).  E um projetor convencional “de uso corporativo” tem em média 2000 lúmens.

Na lateral direita do Qumi, o botão de liga/desliga:

E na esquerda, o controle de foco e parte das grades de ventilação do aparelho.

O principal está na parte traseira, com as conexões, inclundo USB, um slot microSD e uma entrada mini HDMI (com cabo incluso, diz a fabricante), mais saída de áudio e entrada A/V. O Qumi é compatível com arquivos nos formatos JPEG, MPEG 4, H.264 e Office, sem precisar do PC para ser usado em reuniões ou na sala de casa para reproduzir filmes.

O Qumi está à venda no varejo (Fnac e CTIS) pelo preço médio sugerido de R$ 2.500 (lá fora, sai em torno de US$ 499). O modelo vem com fonte externa e controle remoto.

Em tempo: na apresentação sobre a estratégia corporativa da Vivitek no Brasil, o CEO da companhia, Otto Kong, falou um pouco sobre coisas bacanas que veremos entre 2012 e 2014 no mercado de projetores:

  • 2012: projetores de duas lâmpadas com 10 mil lúmens; resoluções WUXGA (1920 x 1200); mais projetores LED finos; mais recursos multimídia e de interação integrados
  • 2013: fontes híbridas de luz no projetor; projetores 1080p entre 8 mil e 10 mil lúmens; projetores 1080p 3D; navegador embutido no projetor
  • 2014: fontes de iluminação por laser; projetores de até 20 mil lúmens, projetores 3D passivos 1080p (uia); controle interativo por gestos (uia uia uia).
 

 

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • TharAlow

    Exatamente o que meu pai estava procurando, vou falar para ele dar uma olhada nesse. Ele quase comprou um da Samsung outro dia, que parece uma caixa de relógio de pulso hehehe.

  • gigiobat

    2014 promete!!!!

  • Entre este e o Dell m110 (também LED), o Dell aparentemente esta com melhor custo/benefício. 🙂

  • Marcos

    chega logo 2014!!!