Gadget do dia: Nokia N8 (Symbian^3!)

G

O N8 é o segredo menos secreto da Nokia- tanto que todo mundo sabia antes (com direito a altas pedradas no final de semana). De qualquer modo, as especificações também vazaram ontem, e finalmente o N8 (codinome “Vasco“) vem ao mundo oficialmente hoje como o primeiro smartphone com Symbianˆ3.

Nos detalhes, o N8 é um aparelho monobloco, com tela capacitiva de 3,5″ (640 x 360) AMOLED,  saída HDMI micro, rádio FM (pros fanáticos de FM, claro), 3G, GPS, Wi-Fi, Bluetooth 2.1, carregamento USB, acelerômetro, sensor de proximidade. Alguns dos números enormes impressionam: câmera de 12 megapixels com lentes Carl Zeiss e flash Xenon, vídeos em 720p, som Dolby Digital, (as infos vazadas citavam um processador de 680 MHz – imagino que o Symbianˆ3 não seja um consumidor tão grande de recursos para pedir um chip de 1 GHz – e o Forum Nokia confirma a informação), 256 MB de RAM, 512 MB de ROM, 16 GB de armazenamento interno + slot microSD.

Para quem não sabe, o Symbianˆ3 é a nova versão do sistema operacional (agora open source) usado pela Nokia nos seus smartphones, com uma nova interface (com multitoque, múltiplas telas iniciais), recursos (saída HDMI, melhor gerenciamento de aplicativos e rede, uso do QT 4.6 para criação de apps multiplataforma, que rodam em Symbian e Maemo, por exemplo) e por aí vai.

Preço sugerido: 370 Euros, sai meio do ano (pensar que eu paguei quase esse valor no meu 5800…) A conferir se é tudo isso mesmo – a Nokia precisa urgentemente de um novo sucesso (visto que o seu último grande celular foi o excelente N95) antes que seja engolida pelos Andróides (não vai acontecer, mas pode perder espaço grande entre os smartphones, certo?) e fique concentrada (ainda líder, ainda cheia da grana) nos mid-range/low-end. O preço, ao menos, mostra que a Nokia resolveu baixar a bola dos topo de linha (lembre que o N97, que faz muito menos que o N8, saiu por 550 euros, argh).

Ah, sim, vi isso agora na discussão no Twitter: a Nokia bebeu a tubaína da Apple e o N8 não tem uma bateria removível (!) – na verdade, é presa por parafusos philips que, obviamente, não devem ser removidos por gente como a gente.

Em tempo: das cinco cores, o laranja (óbvio) é lindo. O verde parece tenebroso.

Demo da interface:

Media Wall“:

Saída HDMI:

organizando apps:

e um monte de fotos oficiais

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos