ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Gadget do dia: Nikon D5200

Nova câmera Nikon D5200 é sucessora da D5100 e traz novo sensor DX de 24 megapixels, sistema de foco de 32 pontos e porta Wi-Fi opcional.

A Nikon anunciou hoje sua mais nova DSLR mainstream (ou como eles dizem, midrange) modelo D5200, que sucede a D5100 lançada em meados de 2011.

Se comparada com sua antecessora, a D5200 vem equipada com um sensor DX de 24 megapixels (contra 16,2 MP da 5100) capaz de capturar imagens de até  6.000 x 4.000 pontos, sistema de foco de 39 pontos que permite focar objetos em movimento com mais precisão, além de contar com um novo processador de imagem Expeed 3 que bate até 5 fotos por segundo (contra 4 da 5100).

Seu corpo mede ~ 12,9 x 9,8 x 7,8 cm (LxAxP), 555 gramas de peso (com bateria, cartão SD) e além do pretinho básico, ela também virá nas cores vermelho e marrom metálico (acima). Ele será vendido só com o corpo ou na forma de um kit com lente DX Nikkor 18-55mm/f3.5~5.6G VR.

 

Como é padrão nos dias de hoje, a D5200 também filma vídeos (até 59min59s) em Full HD 1080p em estéreo no formato MOV com opção de compressão de vídeo em H.264/MPEG-4 e áudio em Linear PCM. O conteúdo é gravado em cartões SD, SDHC e SDXC.

Além disso, a D5200 também aceita um curioso acessório na forma de um dongle modelo WU-1a que é uma interface Wi-Fi que permite transmitir as imagens capturadas pela câmera diretamente para um smartphone ou tablet baseado em iOS ou Android, permitindo assim compartilhar fotos com seus parentes e amigos via e-mail ou mesmo redes sociais.

Fora isso, esse módulo também pode ser usado para controlar a câmera remotamente via telefone, algo que já vimos na Lumix Sz5.

Fora isso, a Nikon aproveitou a oportunidade de anunciar dois novos acessórios: o  WR-R10 (receptor) e WR-T10 (transmissor) um sistema de disparador remoto sem fio que trabalha com ondas de rádio, o que permite maior flexibilidade de uso e atingir maiores distâncias que os sistemas baseados em sinais de infravermelho.

A previsão é que ela chegue ao mercado até dezembro deste ano, mas o preço nos EUA ainda não foi divulgado. Mais informações aqui.

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.