Gadget do dia: Motorola Quench

G

E a Motorola traz mais um aparelho com a combinação Android 1.5 + MotoBlur ao Brasil. Desta vez, é o Quench, que faz sua estréia pela Tim com um preço desbloqueado um tanto interessante: R$ 899 (que, teoricamente, é o mais barato do mercado).

O anúncio oficial do Quench só será feito na sexta-feira, mas ninguém mandou a Tim colocar todos os preços oficiais no seu site antes. Diz lá a página: os R$ 899 são para o aparelho em modo pré-pago.

No pós-pago, os valores vão de aparelho gratuito (planos de 600 e 1000 minutos, com mensalidades de R$ 279,90 e R$ 349), passam por um ótimo valor intermediário para um smartphone (R$ 349 no plano de 300 minutos e R$ 184,90 de mensalidade) e chegam a R$ 449 (plano Liberty de 100 minutos, com R$ 149/mês).

Vale lembrar que a mesma Tim tem o Milestone (nosso Android favorito até o momento), com Android 2.0 (e o 2.1 chegando logo) pelo preço sugerido de R$ 849 (160 minutos + dados ilimitados = R$ 174,80/mês) – e de nada adianta pagar R$ 899 num Quench pré-pago para usá-lo sem plano de dados, certo?

O Quench que aparece no site oficial da Motorola (e, por consequência, no da TIM também) vem com corpo em branco e vermelho (o original, anunciado no Mobile World Congress, em fevereiro, tinha acabamento em preto). As demais especificações incluem o kit Android básico (3G, Wi-Fi, GPS), câmera de 5 megapixels, MotoBlur e, diferente dos demais Androids da Motorola, o Quench não tem um teclado QWERTY integrado.

Mais duas imagens do Quench:

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos