Gadget do dia: Master Lock (TSA Accepted)

G

Um dos inconvenientes para os que viajam regularmente os EUA, são as regras do TSA (Transportation Security Administration) que sempre inventam alguma novidade para melhorar seus sistemas de segurança e quem não gostar que vá reclamar com o Bin Laden.

Um desses procedimentos autoriza o pessoal do TSA a abrir e averiguar qualquer bagagem que circula pelos aeroportos à procura de materiais considerados perigosos/proibidos ao contrário do Brasil, onde isso só pode ser feito na presença do dono. Assim o pessoal das empresas de aviação até recomendam que as malas viagem dentro dos EUA sem cadeado, já que a fiscalização pode até cortar o cadeado para realizar as suas averiguações com direito à uma cartinha de desculpas em Inglês e espanhol. Sei disso porque marquei bobeira e despachei minha mala com meu bom e viajado cadeado Papaiz e a bagagem chegou no destino sem a mesma. :^(

Nada contra os procedimentos do TSA mas fica a dúvida de como contornar esse problema e, como sempre, a solução veio de uma empresa americana e fabricado na China: o Master Lock TSA-Accepted 4680DBLK. (Brigadão pela dica, Otávio!)

O conceito é interessante: trata-se de um cadeado de combinação (definido pelo usuário) mas que também pode ser aberta com uma chave mestra em poder da TSA. Assim, a bagagem pode viajar mais protegida e aberta a qualquer momento sem danificar a tranca.

A propósito, outra novidade que deve chegar ao mercado são as bagagens “Checkpoint Friendly” para notebooks. Trata-se de uma série de sugestões para desenho de malas que permitem que o notebook passe pelo Raio-X dos pontos de segurança sem ter que retirá-lo da mala. Mas para isso, o portátil precisa estar um compartimento que facilite sua inspeção sem que objetos fiquem sobre e sob o mesmo.

Veja o exemplo abaixo:

Essa recomendação é bastante recente, mas várias empresas já estão desenvolvendo seus produtos que devem chegar no varejo em breve, entre elas a Targus.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos