Gadget do dia: Magellan Roadmate 9265 Truck (GPS para caminhões)

G

O Magellan Roadmate 9265 Truck poderia ser um GPS convencional, com tela grande de 7 polegadas sensível ao toque, mapas recentes, alertas de trânsito em tempo real. Mas tem um adicional interessante: não foi feito para uso em carros de passeio, mas sim por caminhões, furgões e até mesmo tratores (!)

A grande diferença desse aparelho são as funções voltadas para o caminhão: o condutor define no GPS o perfil do veículo…

… e o GPS tem pré-configurações dos dados do veículo, com peso, altura, comprimento e até definir se ele carrega algum material perigoso. Desse modo, consegue calcular rotas nas cidades brasileiras baseado nas informações – sem, por exemplo, entalar embaixo alguma ponte de  São Paulo.

Também dá para configurar o GPS pelo perfil do motorista e definir paradas em determinados pontos de tempo em tempo.

O Magellan Roadmate 9265 Truck tem ainda saída A/V para conectar acessórios, Bluetooth para usar como viva-voz do telefone e mapas atualizáveis automaticamente, de acordo com a fabricante.  O preço sugerido do GPS para caminhões é de R$ 1.299.

Em tempo: a Magellan é novata no mercado brasileiro e vai lançar um monte de produtos neste semestre (GPS de carro com tela de 4 a 7″, GPS para esportes/aventura e até mesmo um dock para iPhone com GPS integrado – mas não entendi duas coisas: o GPS com Windows Mobile para esportes – sim, Windows Mobile, esse defunto, e um case protetor/tanque de guerra com bateria extra e GPS para iPhone 3G/3GS).

Eu, particularmente, acho GPS de carro algo que vai se extinguir com o tempo (Google Maps/Nokia Maps em tudo que é smartphone está aí para provar isso). O pessoal da Magellan acredita que as tecnologias são complementares – assim como a gente (ainda) tem uma câmera fotográfica para complementar as fotos do celular, o GPS de carro (num mercado que a Magellan estima em 1,6 milhão de unidades vendidas no Brasil todo em 2012) vai continuar a existir.

 

 

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos