Gadget do dia: MacBook Air (Sandy Bridge)

G

Um dia depois de anunciar resultados financeiros monstro, a Apple atualizou sua linha de MacBook Air com novos processadores Intel Core “Sandy Bridge” – e deixando o portátil fininho bem parecido com seus irmãos MacBook Pro em configuração. Se você quer um Ultrabook antes de qualquer outro fabricante de PC, o Air é a sua máquina.

Os novos MacBook Air vêm com o novo sistema operacional Mac OS X Lion, que também está sendo lançado hoje (no momento que escrevo, estou fazendo backup para tentar baixar minha versão). As configurações do Air incluem modelos com telas de 11″ e 13″, SSD de 64, 128 ou 256 GB, porta Thunderbolt, e opções de processador Intel Core i5 e Core i7. E agora o teclado tem retroiluminação (yay!), mas o modelo de 11″ continua sem leitor de cartão SD (exclusivo da máquina de 13″ – buuu!).

As quatro máquinas  já estão à venda no Brasil: o modelo inicial (11″, Core i5, 64 GB de SSD, 2 GB de RAM) tem preço sugerido de R$ 2.999. O mais caro (13″, Core i5, 256 GB de SSD, 4 GB de RAM) sai pelo preço sugerido de R$ 5.199.

Eu tenho um Air de 11″  de primeira geração. É o melhor Mac que já tive: rápido demais, tela incrível, extrememamente leve. Agora quero um de 13″ 🙂

Além do MacBook Air e do Lion, a Apple também anunciou uma nova geração atualizada de Mac Mini:

Mesmo design minimalista, tem três configurações disponíveis, com processadores dual-core Intel Core i5 ou Core i7 e placa gráfica AMD Radeon HD 6630M (rodando Mac OS X Lion) ou uma versão com Core i7 e Mac OS X Lion Server. E não tem mais drive óptico. No Brasil, os preços sugeridos começam em R$ 1.799 e vão até R$ 3.299. 

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

<span class="dsq-postid" data-dsqidentifier="44259 http://ztop.com.br/?p=44259">comentários</span>

  • considero o de 13" um bom tamanho pra trabalhar, e de 11" pra carregar.

    O Vaio YB daqui de casa vai ganhar mas 1Gb e SSD, pois ja esta com home premium, pra melhorar a performance.

  • passei a valorizar muito os "thin and light" apple ou não depois de carregar na mochila um note de 15,6 polegadas…
    espero que no futuro,tenhamos mais opções desta classe para win e linux. infelizmente o custo brasil não permite que seja viavel ter um mac no meu caso… vou economizar e esperar algum parente viaja os exterior…os leitores de dvd não são tão necessários hoje em dia, e com o advento dos netbook, leitores externos cairam muito de preço…

  • tb possuo um vaio YB e estou bastante satisfeito com ele, esses novos mac's apesar do preço são uma boa oportunidade de entrar no mundo dos ultrabooks, entretanto fico com uma dúvida se vale o investimento visto que os nootbooks com processadores AMD Llano tem performace semelhante aos core I5 e I3 segunda geração. Não esquecendo também da linha das APUS e-350, c-50 da amd, que custam menos mas tem uma boa performace.

  • […] O X300 fez parte da primeira leva de portáteis com tela de 13,3 polegadas (uma novidade na época) que consolidaria uma nova categoria de computador hoje chamada de “thin and light”, com modelos leves e finos que não abriam mão do conforto de uso. E ao contrário dos seus concorrentes, o X300 mantinha praticamente todas as características de um Thinkpad de linha, como todas as interfaces de linha (USB, vídeo, Wi-Fi, rede), bateria removível e até um unidade de disco óptico embutido. Em termos de inovação, ele foi o primeiro portátil da casa a vir equipado com um disco rígido SSD e a utilizar um processador Intel Core 2 Duo LV7100 criado especialmente para o X300 e o Macbook Air. […]

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos