ZTOP+ZUMO

Gadget do dia: Lomokino Super 35

Depois da divertida La Sardina, a Sociedade Lomográfica anuncia a Lomokino Super 35, sua primeira filmadora.

Como era de se esperar de uma Lomo, trata-se de uma câmera de plástico de desenho bastante criativo, cujo funcionamento é totalmente mecânico acionado por uma manivela como nas câmeras antigas da década de 1920. Ela  permite capturar imagens a 3~5 quadros por segundo a 1/100 s. Sua objetiva de 25 mm/f 5.6 possui ajuste para f/8 e f/16 e foca a partir de 1 metro até o infinito no modo normal ou a 0,6 m no modo “close-up”.

O seu visor externo pode ser rebatido sobre a câmera quando fora de uso e ela ainda conta com uma sapata de flash com sincronia X. A idéia nesse caso é que graças a simplicidade do seu mecanismo de disparo é possível bater uma foto com um breve movimento da manivela (= um clique = uma foto batida). Na sua base existe um ponto de fixação para tripé com rosca de 1/4 polegada.

Talvez o recurso mais intrigante — para não dizer polêmico — da Lomokino é que ela usa o mesmo filme usado nas câmeras 35 mm. De fato a maneira de colocar o filme nessa filmadora é semelhante a de uma câmera de fotos, o que inclui a necessidade de rebobinar de volta para o cartucho depois de exposto. Acredito que essa solução tenha sido adotada devido a facilidade de ainda se encontrar esse tipo de filme no mercado.

Entretanto, fato é que a quantidade de filme dentro de cada latinha é bem pouca — algo como 1,52 metros em um filme de 36 poses — de modo que para tirar o máximo proveito dessa tira de celulóide, os criadores da Lomokino bolaram um novo quadro de 24 x 8,5 mm (cujo formato até lembra o cinemascope) o que permite capturar algo como 144 fotogramas num filme de 36 poses, o que (na teoria) renderia algo como 28 até 48 segundos de filmagem dependendo da velocidade com que giramos sua manivela.

 

O vídeo abaixo explica detalhadamente o funcionamento desse equipamento:

 

E o resultado final são clipes relativamente curtos e bem mambembes, bem ao gosto dos fãs da Lomografia:

 

 

Interessante notar que para visualizar esses filmes sem o uso de um projetor (se é que existe um), a câmera pode vir com um curioso acessório na forma de um visor acionado a manivela — o Lomokinoscope — que por enquanto não é vendido a parte:

 

A câmera pode ser encontrada no por 65 Euros (R$ 157) site da iniciativa ou na forma de kit com a câmera + visor por 89 Euros (R$ 215).

Mais informações aqui.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • @Dhinogueira 05/11/2011, 12:03

    Parece legal o modelo, contudo ao obrigar o uso de filtro desanima um pouco, o meu iphone com o camerafx+ faz os mesmos videos com lomo e duração infinita…

  • DDDDDD 05/11/2011, 21:58

    Q engenhoca…

    não sou muito fãn de coisas antigas assim, prefiro a camera do meu iPod que filma em 720p a 30fps mesmo…

  • mrmof1 11/11/2011, 19:54

    inutilidade.
    A única utilidade que vejo para isto é para faculdades de cinema que desejam contar a história e mostrar aos estudantes o princípio do cinema.

  • rodrigo 27/12/2011, 03:08

    isso é apenas para quem apaixonado por arte, cinema…e não para um bando de idiota