Gadget do dia: Limits Clip Timer CT10 da King Jim

G

Dispositivo ajuda a combater a procrastinação contando o tempo que falta (ou que já se passou) para realizar uma tarefa.

Da série “coisinhas fúteis mas úteis”, o Limits Clip Timer CT10 da King Jim é uma daquelas idéias simples e bem executadas que vai ajudar todos aqueles que vivem ou até morrem por causa de prazos.

Trata-se de um simples cronômetro digital na forma de clipe que conta o tempo na escala de até 99 dias, 99 horas ou até 99 segundos de forma progressiva ou regressiva …

…permitindo assim que as pessoas administrarem seus prazos de maneira mais simples e natural. Isso porque o “tempo” neste caso se torna algo “material” que pode ser literalmente associado à sua tarefa no sentido mais exato da palavra:

E quando a contagem chegar no zero o dispositivo emite um alarme que anuncia o fim do tempo. Depois disso a contagem passa a ser progressiva, indicando assim o tempo que passou desde o fim do prazo.

Uma das sacadas interessantes do design desse produto é que a boca do clipe pode ser fixada de dois modos: Com a garra para baixo ele serve para segurar um documento…

… já com a garra para cima ele funciona assim como um pequeno suporte para recados. Esse clipe também possui um magneto na parte de trás para fixá-lo em superfícies metálicas, como a porta da geladeira:

Também vale a pena ressaltar que o contador progressivo também tem sua utilidade, já que ele pode ser usado por exemplo, como um cronômetro de longa duração para auxiliá-lo em outras tarefas, como por exemplo, quanto tempo faz que você não trata das suas plantas:

O produto mede 5,3 x 3,5 x 2,4 cm (LxAxP) pesa apenas 28 gramas sem sua bateria CR2032 (autonomia estimada em ~1 ano) e está disponível em três cores: azul, amarelo e branco.

Seu preço sugerido é de 1.500 ienes (~R$ 52) e a previsão é que ele chegue no mercado nipônico no fim deste mês (29/março).

Em breve numa loja Daiso da vida perto de você ?

Mais informações aqui.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos