Gadget do dia: Lenovo ThinkPad X130e (um AMD Fusion para educação)

G

Sucessor do ThinkPad X120e ressurge como um notebook educacional, preparado para aguentar a dura vida nas escolas.

Depois que escrevi o review do Sony Vaio série Y, fiquei pensando cá com meus botões se a plataforma Zacate com seu processador sua APU dual core, bom suporte para gráficos, baixo consumo e custo atraente não poderia ser a base para o desenvolvimento de um notebook educacional bem invocado — algo como um Classmate PC com AMD Fusion.

Pelo visto, o pessoal da Lenovo também teve essa mesma idéia e anunciou ontem (06/12) o ThinkPad X130e — um subnotebook com tela de 11,6 polegadas equipado com um processador uma APU AMD Fusion E-300/E-450 ou processador Intel Core i3 2367M ULV e especialmente desenhado para atender aos estudantes de primeiro e segundo grau (que nos EUA é chamado de K-12). Interessante notar que a Lenovo já possui um notebook educacional baseado no projeto Classmate PC da Intel.

Fora isso ele poderá vir equipado com até 8 GB  de memória DDR3, disco rígido de 320 ou 500 GB e bateria de seis células com autonomia estimada de 8,5 horas. Também fazem parte desse sistema três portas USB 2.0, Wi-Fi 802.11n, webcam, porta de rede Ethernet, leitor de cartão SD/SDHC/SDXC e saídas de vídeo SVGA e HDMI. Opcionalmente ele pode vir com porta bluetooth, WiMax ou mesmo com uma bateria menor de três células. A cor da sua tampa superior pode ser customizada, podendo receber uma cor diferente do preto básico ou mesmo o símbolo/escudo/mascote da escola.

O ThinkPad X130e me parece ser uma evolução do X120e (anunciado durante a CES 2011, em janeiro, e que nunca chegou ao Brasil). Mas no lugar do acabamento simples em policarbonato (nome pomposo para plástico injetado) do X120e, o gabinete externo do novo modelo foi bem reforçado — ou, como diz o pessoal da Panasonic, “robustecido” — para aguentar a rotina diária de uma escola pública. Segundo David Hill, vice-presidente de design e identidade corporativa da Lenovo, entre as soluções adotadas para tornar esse produto mais “à prova de estudantes” estão:

  • Novas laterais de borracha para absorver impactos.
  • Cantos reforçados (33% mais resistentes) para reduzir a possibilidade de danos caso este caia de quina no chão.
  • Portas de comunicação montadas dentro de recessos no gabinete.
  • Dobradiças dimensionadas para resistir até 30 mil ciclos de abrir e fechar sua tampa.
  • Moldura reforçada de plástico com 1,2 mm de espessura para melhor proteger sua tela LCD-LED.

Assim, ao contrário do X100e e X120e, o ThinkPad X130e deixa de ser um brinquedo de plástico para se tornar um tipinho bem casca-dura a exemplo de seus irmãos maiores. 🙂

A previsão é que os primeiros modelos cheguem ao mercado americano a partir do dia 20 de dezembro pelo preço sugerido de US$ 469 (~ R$ 840). Apesar de seu direcionamento para o mercado de educação, eu não desconfio que muito marmanjo interessado em ter um subnote simples e principalmente robusto para suas andanças diárias também não vai querer um desses.

(Incluindo este que vos bloga.)

 

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos