ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Gadget do dia: Lâmpada de LED Panasonic Everleds E26

ƒvƒŠƒ“ƒg

Depois do sucesso das econômicas lâmpadas fluorescentes compactas, a nova tendência no segmento de iluminação doméstica é o uso de LEDs, tecnologia ainda mais durável e econômica, como a Panasonic Everleds E26 — uma lâmpada “verde” que ilumina tanto quanto uma lâmpada incandescente de 60 watts, mas consumindo apenas 4 watts.

A E26 estará disponível nas versões com luz branca ou amarela de 4 watts e uma terceira compatível com dimmers, mas que consome 7,6 watts. Sua vida útil é estimada em torno de 40 mil horas.

Além dela, a empresa também está lançando o Everleds E17, que ilumina tanto quanto uma lâmpada convencional de 40 watts, consome 5,5 watts e  funciona com dimmers. A vida útil é de aproximadamente 20 mil horas.

Segundo a empresa, a eficência energética dessas novas lâmpadas é uma das melhores do mercado: 85 lumens/watt na E17 e 82,6 lumens/watt para a E26. Seu corpo de alumínio liso serve para dissipar o calor do circuito e, graças à sua eficiência, não precisa de aletas para irradiar o excesso de calor.

A previsão é que essas novas lâmpadas cheguem ao mercado japonês no próximo dia 10 de outubro com preço estimado de 4 a 5 mil ienes (R$ 79 ~ R$99). Mais informações aqui,

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Stewie Griffin

    Excelente, podemos traçar esse avanço como parte de todo um processo, os custos com energia sendo cada vez mais baratos, podemos ter cias. funcionando 24h, diminuindo a necessidade do “horário padrão” em que as empresas geralmente funcionam, das 08h às 19h, ocasionando em alta poluição nas ruas com os diversos veículos parados no trânsito e as grandes filas normais em todos os centros empresariais.

  • será que vão trazer para vender no zumo shop? cedo os direitos do nome ao Mr. Nagano.. eheh

    Mas não seria má ideia um zumo shop com essas novidades – teria muito geek que seria cliente especial e cartão estourado.

  • Olá,
    sem entrar nas especificações de cada produto (não comparei mesmo), já temos a venda no Brasil produto “semelhante”.
    http://www.sunlab.com.br/bulbo_sunlux.htm
    Esta a venda em lojas on line.
    Com MTBF: 50.000 horas (conforme anuncio), vale a pena pelos R$ 37,00.
    Só que é equivalente a lâmpada incandescente de 30W… ;-(
    Fica ai a dica pra fabricante e pro nosso amigo Nagano fazer os “testes” e confirmar se vale a pena trocar as lâmpadas de casa.
    Abraços a todos
    Rogério

  • Lucas Jardim

    Devido a excelente qualidade da nossa energia, aqui no Brasil, Para essas lampadas virem para cá, terão que vir adaptada para 127 volts, para aguentar os picos de energia, ou então virem com a opção bivolt.

    Essas lampadas de LED possuem reatores ou ligam normalmente?

    Tem alguma previsão de lançamento aqui no Brasil?

  • Dodo

    @Lucas Jardim

    Não se trata de questão de qualidade e sim de opção. A rede elétrica em muitos lugares é de 220V trifásica em estrela (como se fosse um Y), com 4 fios. Entre quaisquer dos 3 fios externos (as pontas do Y), a tensão é 220V e entre qualquer um deles e o centro do Y, temos 220V/raiz quadrada de 3 = 220/1,732…= 127V!

    O emissor de luz destas lâmpadas são LED’s, alimentados por corrente contínua, ou seja, tem uma fonte interna que normalmente é do tipo chaveada. Muitas fontes chaveadas (ex.: fontes de roteadores, hubs, algumas impressoras, monitores, TVs) são projetadas p/ funcionar de 90 a 260V automaticamente. Pena que não parece ser o caso destas lâmpadas…

    []’s

  • lucas

    @Dodo

    Opção de quem, só se for da concessionária porque eu não escolhi ter 127 volts.

    Algué, lembra da epoca em que as lampadas incadescentes eram comercializadas em 110 volts? Várias pessoas reclamaram da lampada queimando fácil até baixarem um portaria obrigando a comercializarem lampadas de somente 127 volts.

    Ahhh e quem aqui ja teve danos com oscilações na rede elétrica? Acho que a grande maioria!

  • Dodo

    @Lucas

    Exatamente; a opção foi da concessionária (com a anuência dos órgãos competentes). É a maneira mais barata e eficiente de se ter 3 tipos de alimentação: 220V monofásico / 220V trifásico e 127V monofásico. Já que a tensão não é padronizada entre as diferentes localidades, ainda assim é melhor que ter apenas uma tensão disponível, como na maioria dos países. Assim ao mudar p/ outro município, ainda pode-se aproveitar os eletrodomésticos…

    Ah, e existe também muitos lugares com 220/110V(mesmo).

    Nós pagamos às concessionárias pela alimentação ou linha telefônica ou sinal de TV e, caso um transiente venha a danificar algum equipamento dos clientes, eles são obrigados por lei a ressarcir.

  • Pingback: Tweets that mention Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência. » Gadget do dia: Lâmpada de LED Panasonic Everleds E26 -- Topsy.com()

  • Douglas Belmonte

    Nos ônibus aqui de floripa eles ja usam esse tipo de lâmpada.
    Nao gosto da luz gerada por elas (pelo menos as usadas nos onibus)
    Aguardo anciosamente para comprar aqui no brasil

  • Renato

    Já viram que tem algo similar da Deal Extreme? O pessoal lá reclama que ela ilumina pouco, pois a luz é mais focada do que dispersa.

    http://dealextreme.com/details.dx/sku.29426