ZTOP+ZUMO 10 anos!

Gadget do dia: i-Pod

hakuba_ipod.jpg

É um pássaro? É um avião? É um player de música? Não… é um i-Pod! Um tripé de mesa da Hakuba, uma marca de acessórios e bolsas para fotografia que, por algum tempo, foi distribuído por aqui pela T.Tanaka, representante oficial da Nikon do Brasil.

Ele fazia parte da linha Table-Pod, formado por tripés compactos para uso casual e, ao contrário de alguns brinquedos de plástico vemos nesse mercado, o i-Pod (da Hakuba) é um produto que até surpreende pela sua qualidade e padrão de construção.

hakuba_ipod_body.jpgSeu desenho parece ter sido inspirado no genial tripé Minox mas, em vez dos seus pezinhos menores (mais um cabo disparador!) ficarem parafusados na perna maior desse tripé, o i-Pod da Hakuba os guarda no seu interior, de modo que é necessário retirar a cabeça do mesmo para ter acesso à  elas. Aí é só fixar as pernas no cabeçote de conexão com a câmera (rosca padrão de 1/4″) e recolocar o corpo principal, cujo aperto trava a articulação de esfera na posição desejada.

hakuba_ipod_mounted_a.jpg

Uma grande sacada desse desenho é que um dos pontos mais críticos desse tripé — a junção das pernas e a articulação de esfera — são feitas de metal (assim como as pernas menores) proporcionando assim um conjunto bastante rígido para um acessório desse tipo, permitindo até a colocação de câmeras relativamente pesadas. Porém, o mais aconselhável é que o usuário utilize o i-Pod com câmeras menores de bolso.

hakuba_ipod_camera.jpg

O i-Pod sustentando minha Kodak 35 RF. Um bom exemplo do design industrial norte-americano da década de 40 que, de tão feio e desengonçado, virou cult entre os colecionadores! :^)

Como esse tripé foi lançado em fevereiro de 2002, suspeito que a empresa de computadores com nome de fruta deve ter forçado a barra para a Hakuba tirar esse produto do mercado. De fato, esse tripé foi substituído pelo chamado E-Pod, cujo desenho é ligeiramente diferente. Mas quem estiver interessado no original, talvez possa encontrar um ou outro perdido em alguma vitrine a preços até módicos, já que a T.Tanaka não distribui mais a Hakuba e desovou boa parte de seus estoques nas lojas da região da Conselheiro Crispiniano e 7 de Abril, no centro de São Paulo.

É… você já notou que até em dia de primeiro de abril no Zumo tem teste de produto de verdade. mas agora vamos voltar à  programação normal.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.