ZTOP+ZUMO

Gadget do dia: HP Z TurboDrive Quad Pro

Nova placa PCIe x16 pode abrigar até quatro discos SSD M.2 de 512 GB e promete desempenho até 16 vezes superior ao de um disco SSD de linha.

Além do novo Thin Client 4K e da terceira geração de workstations móveis ZBook, a HP Inc. apresentou alguns acessórios para sua linha de workstations séries Z2xx/Z6xx/Z8xx, com destaque para o seu novo sistema de armazenamento HP Z TurboDrive Quad Pro  que, como o próprio nome sugere, é um cartão PCIe x16 de terceira geração (Gen 3) com cara de placa de vídeo, mas que abriga no seu interior até quatro “discos” SSD M.2 de 256 GB ou 512 GB podendo chegar a até 2 TB:

HP_Z_Turbo_Drive_QuadPro_modules

O disco (ou mais exatamente o “módulo”) de memória SSD também foi desenvolvido pela HP em parceria com a Samsung e é conhecido comercialmente como HP Z Turbo Drive G2 e está disponível nas versões de 256 GB (modelo N2M00AA) e 512 GB (modelo N2M01AA), sendo que o nosso chute é que a empresa possa dispor de uma versão de 1 TB ainda em 2016.

Ele é compatível com a tecnologia NVMe:

HP_Z_Turbo_Drive_QuadPro_module

O grande atrativo dessa solução é que ela resolve ou pelo menos, minimiza (e muuito) a limitação  que existe hoje nos atuais HDDs/SSDs com interface SATA, cuja taxa de transferência — em alguns casos — pode não atender a demanda de alguns sistemas mais poderosos, formando assim um “gargalo”.

Uma solução para resolver (ou pelo menos minimizar, e muuito) esse problema, é o uso de discos SSD com interface M.2 conectada diretamente no barramento PCI Express do computador. Outra sacada interessante desse produto é que ele possui um circuito que garante a integridade dos dados armazenados mesmo no caso de queda de energia, mesmo que isso ocorra durante o processo de gravação dos dados (uia!).

Esse produto é compatível com os sistemas operacionais Windows 7/8.1/10 (apenas 64 bits), RHEL 6, SLED 11 SP3Ubuntu 14.04 e é interessante citar que essa placa permite configurar os módulos SSD em RAID, só que com algumas limitações. A saber:

  • No Windows, se o disco for usado como disco de boot/sistema só é possível configurá-lo como RAID 1. Se ele for usado apenas para armazenar dados, é possível configurar como RAID 0 e 1.
  • No Linux, o disco de boot/sistema pode ser configurado como RAID 0 e 1. Como disco de dados ainda é possível configurar como RAID 0, 1, 5 e 10.

A HP informa que o Turbo Drive Quad Pro é compatível com as Workstations HP Z440, Z640 e Z840 e que ele é mais indicado em aplicações de processamento intensivo como geração de mídia/conteúdo para entretenimento, CAD, arquitetura, finanças, processamento de imagens e análise de dados nos setores de saúde, ciência, exploração de óleo e gás etc.

Durante o evento, a empresa fez uma demonstração desse novo produto, que estava exposto ao lado do Zturbo Drive original, que aceita apenas um módulo M.2:

HP_Z_Turbo_Drive_QuadPro_demos

Nessa demo, a empresa comparou o desempenho de um disco SSD “M600SSD” (= Micron M600?) e o Z TurboDrive Quad Pro montado em RAID

HP_Z_Turbo_Drive_demo1

… que resulta numa taxa de transferência de 5.439 MB/s (leitura) e 5.901 MB/s (gravação) o que é um ganho de desempenho de aproximadamente 11 a 14 vezes superior ao M600SSD não montado em RAID.

HP_Z_Turbo_Drive_demo2

Também vale a pena observar que o HP Z Turbo Drive G2 pode ser usado nos novos ZBooks da HP:

HP_Z_Turbo_Drive_notebook

A previsão é que o Z TurboDrive Quad Pro chegue ao mercado ainda neste mês (novembro/2015) com o preço sugerido de US$ 1.376 pela versão com quatro módulos SSD de 256GB já instalados. Mais informações aqui.

Além desse disco, a HP também apresentou um novo cooler de design tão bacana que eles resolveram até vendê-lo como um acessório — o HP Z Cooler — disponível para os modelos Z840 e Z440:

HP_Z_Cooler_0

Desenvolvido pela própria HP Inc, esse novo design oferece uma redução de ruído acústico de até 8,5 dBA  o que representa algo em torno de 40% a menos de de barulho se comprado com seus antecessores.

HP_Z_Cooler_2

Fora isso, a empresa desenvolveu um novo sistema de trocador de calor que substituiu o sistema de tubos de cobre (embaixo à esquerda) por uma câmara de vapor (ou 3D vapor chamber) cuja base retangular (à direita) proporciona uma maior área de contato com a superfície do processador fazendo com que a transferência térmica seja bem mais eficiente.

HP_Z_Cooler_3

Fora isso, as aletas do irradiador de calor do novo Z Cooler assumiram um perfil ondulado (batizada de Hex-fin design)…

HP_Z_Cooler_4

… que aumenta a superfície de dispersão de calor, além de criar um espaço maior entre elas, permitindo assim que o ar passe mais facilmente entre elas.

HP_Z_Cooler_5a

Isso pode parecer excesso de preciosismo, mas sob um certo ponto de vista, as workstations não deixam de ser os carros de Fórmula 1 do mundo dos PCs, de modo que os fabricante valorizam qualquer curvinha estranha no aerofólio, engrenagem maluca no câmbio ou substância exotérica na gasolina para ganhar um décimo de segundo na pista.

E até por causa disso, a HP não tem nenhum receio de vender esse cooler por preços de peça de carro de corrida — a partir de US$ 199. Já o modelo para Z440 deve ser especificado na hora de encomendar um novo sistema.

Mais informações aqui.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.