Gadget do dia: HoloScreen

G

Pós-MWC 2019 – Película protetora e aplicativo transformam smartphones em telas 3D sem óculos – e é bem legal.

Um dos locais mais interessantes do MWC 2019 foi o FYFN (“Four Years From Now”), um local fora da feira principal com um monte de startups mostrando suas iniciativas (de carne vegetal a acessórios para selfies, soluções de TI e consultorias globais tentando capitalizar em cima) – e governos tentando atrair essas empresas para seus países ou mostrando como suas startups são muito bacanas (notadamente Espanha, Taiwan, Coreia do Sul e Colômbia).

Passei no FYFN pela primeira vez uns quatro anos atrás (trocadilho intencional) e era um evento que ocupava um terço do espaço atual. E fui lá no meu último dia de Barcelona (27/2) para ver o HoloScreen. É uma ideia simples e muito bem executada.

O HoloScreen nada mais é do que uma película de vidro que pode ser aplicada na tela do smartphone, igual a essas que protegem a tela. Só que ela tem uma camada lenticular que, junto a um app proprietário, transforma imagens e vídeos em conteúdo 3D na tela, sem precisar de óculos, sem deixar itens duplicados (algo difícil de reproduzir numa foto, como a imagem acima)

Sei que 3D é algo que saiu de moda faz um tempo, mas fiquei realmente impressionado com o resultado. Não é algo serrilhado com telas 3D sem óculos (como o já pré-histórico LG Optimus 3D).

O HoloScreen funciona com iOS e Android e será lançado ainda este ano por um preço estimado pelo fabricante entre US$ 30 e US$ 40.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

Por Henrique Martin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos