Gadget do dia: Google Nexus One

G

E todos os rumores-vazamentos-funcionários ocultos do Google estavam certos: o Nexus One é o telefone, ops “superphone” do Google (e que povo que não espera nem um mês passar para confirmar o lançamento do bicho!). E como eu já disse antes, nada de Brasil por enquanto – mas ele já fala português (!).

O que é quente? Android 2.1 (acho que atualizações do sistema estão muito rápidas, por sinal) com “teclado de voz”, navegação no Maps ponto a ponto (como no Droid gringo), tela AMOLED de 3,7″ com resolução 800 x 480, câmera de 5 megapixels, levinho (130 gramas) e fininho (11,5 mm de espessura), 512 MB de RAM, mais 512 MB de memória Flash, mais 4 GB no cartão microSD (expansível a 32 GB), suporte a Bluetooth estéreo. (especificações completas aqui, junto com a informação do idioma “português-BR” para o teclado).

O que é mais quente? O modelo de vendas do Google não ferra os demais fabricantes de aparelhos com Android: com a opção da nova loja online apenas para o aparelho desbloqueado (e US$ 529 para um smartphone desbloqueado nos EUA é… barato), não estraga a festa de ninguém (vai lá ver como é, mesmo com a mensagem mal-humorada “Sorry, the Nexus One phone is not available in your country.”).

A T-Mobile vai vender por US$ 179 com contrato de 2 anos, e, se pensar, é mais barato que os US$ 199 do iPhone 3GS na AT&T. Diz o Google que pode vir a vender outros celulares com Android de outros fabricantes num futuro próximo.

Update 19h20: a HTC, fabricante do Nexus One, também diz que não tem previsão de lançamento do aparelho no mercado brasileiro.

O reconhecimento de voz é incrível:

O que não é quente? Nada de Brasil por enquanto (mas nada impede de comprar um nos EUA, afinal…). Europa vem em breve, assim como uma versão para a Verizon nos EUA. Muitas fotos do Nexus One:

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos