Gadget do dia: Fujisoft Palro (um robô com Atom + Linux)

G

Falar que os japoneses lançaram mais um robô no mercado é meio que chover no molhado, mas esse tipinho acima — o Palro — me chamou a atenção por funcionar com um processador Intel Atom e rodar Ubuntu Linux!  (Será que ele se transforma num netbook para despistar o pessoal de Redmond?)

Desenvolvido pela  Fujisoft, o Palro (= Pal Robot) é um pequeno robô humanóide com 40 cm de altura e quase 2 kg de peso capaz de falar, andar, reconhecer faces individuais e comandos de voz, comunicar-se com a internet e até arriscar alguns passos de dança. Algo como um companheiro digital para se ter em casa.

Ele foi criado para fins educativos e também para o mercado de hobbistas e entusiastas que poderão brincar com sua atitude e comportamento já que seu software controlador (escrito em C++)  roda sobre Linux Ubuntu e que boa parte de suas biblioteca de classes e aplicações de movimento estão disponíveis na forma de código aberto.

Mas ao contrário de outros projetos o que realmente chama a atenção desse robô é o fato dele utilizar diversos componentes encontrados em PCs de varejo, tanto que poderia até descrevê-lo como um netbook com braços e pernas:

  • Processador: Intel Atom de 1.6 GHz
  • Memória RAM: 1 GB
  • Disco: SSD de 4 GB
  • WiFi 802.11 n
  • Porta USB
  • Display de LEDs
  • Webcam de 3 MP
  • Microfone direcional + alto falante
  • Bateria de íons de lítio de 7.4V/2,800mAH
  • Acelerômetro de 3 eixos
  • Sensores de pressão, distância e giroscópio (para ajudá-lo no andar e desviar de obstáculos)
  • 20 motores para controlar suas articulações

Seu lote inicial de 1.000 peças será destinado para instituições de pesquisa (com início das vendas a partir de 15/02)  mas os planos é que com o tempo ele chegue ao mercado japonês ainda neste ano pela bagatela de 298 mil ienes (~R$ 6.133).

Mais informações aqui.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos