ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Gadget do dia: Dell XPS M2010

Nos EUA costuma-se dizer – ou melhor, os texanos gostam de afirmar – que tudo é grande, maior ou mais melhor do que bom no Texas. Tive a oportunidade de constatar isso pela primeira vez durante a visita à sede da Dell em Round Rock, quando fui comprar um tubo de pasta de dente e o menor que encontrei foi um Colgate de 221 gramas (contra os de 90 gramas que temos por aqui), obviamente em pacote de três unidades.

A segunda vez foi quando fomos ao Austin Design Center da Dell, onde nos foi apresentado um genuí­no portátil no melhor estilo do Texas:  o XPS M2010, um impressionante “portátil” com tela de 20″ já disponí­vel no mercado americano e que pode chegar em breve ao Brasil.

O produto foi apresentado por Ken Musgrave, um dos diretores do centro de design, que citou o M2010 como um ótimo exemplo do processo de desenvolvimento de um produto a partir do zero — que, no geral leva em torno de dois anos — e uma grande oportunidade de implementar novas idéias em um tipo de equipamento normalmente limitado pela falta de espaço.

Segundo Musgrave, tudo começa com os designers colocando no papel toda a idéia maluca que lhes passa pela cabeça e que aos poucos vai sendo depurado na forma de alguns desenhos preliminares (algo como quatro propostas) que são levadas para alguns consumidores para sentir suas reações tanto racionais quanto irracionais ao serem expostos ao produto. A partir disso o projeto vai se refinando aos poucos até chegar no produto finalizado.

(Clique para ampliar)

Como uma das premissas desse produto era sua tela LCD de 20″, a primeira constatação era que esse produto estaria mais para um desktop replacement do que um portátil no sentido mais exato. A partir disso, os projetistas entenderam que peso e tamanho não seriam restrições nesse projeto, de modo que eles poderiam usar e abusar das novas idéias, como por exemplo, trabalhar com um teclado destacável, tela articulada para melhorar a ergonomia, metal para aumentar sua resistência e até mesmo implementar um sistema de som com 8 alto-falantes + subwoofer e até uma unidade de DVD escamoteável.

O resultado final tanto aberto quanto fechado impressiona tanto quanto um utilitário esportivo americano ou um jipe Hummer que todo mundo adora, mas tem medo de assumir nesses tempos de aquecimento global. Acho que deve ser por isso que o pessoal gosta de colocar filme escuro no vidro nesses carros por aqui.

Ken Musgrave e sua criação (clique para ampliar)

Nos EUA o XPS 2010 está disponí­vel em duas versões com preços a partir de US$ 1.999. Mais detalhes aqui.

Ainda em tempo: Note na página desse produto as chamadas cheias de superlativos com frases do tipo “Be a Show off – Ultimate entertainment in a show stopping design” ou “Presentation Superstar – Wow your audience with a 20″ HD Widescreen

Como disse, lá no Texas tudo é exagerado. ;^)

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • mneubert

    Olha a "note" do Tony Stark no primeiro Iron Man. 😀