ZTOP+ZUMO

Gadget do dia: Cam-Program Robot da Tamiya

Robô educativo utiliza o princípio da caixa de música para programar seus movimentos, mas pode ser adaptado para receber um “cérebro eletrônico”.

Além da lacraia robô lançada recentemente pela Tamiya, outro produto da sua linha Arts/Robocraft que também chamou a nossa atenção foi o Cam-Program Robot Working Set (カムプログラムロボット工作セット) Item No 227 da sua série Educational Construction Series:

Como era de se esperar de uma empresa como a Tamiya, esse robô é vendido na forma de kit para montar, sendo que o seu design é bastante simples, já que ele é basicamente um veículo de lagartas controlada por dois motores independentes:

Porém a grande sacada desse brinquedo é o seu simples — porém engenhoso sistema de programação — na forma de um trilho com duas carreiras de furos…

… onde são inseridos pinos ou mais exatamente cames (ou “cam” em inglês) de diversos tamanhos que controlam a tração das lagartas:

Feito isso, basta inserir a barra num slot na frente do robô…

… e colocá-lo em funcionamento para ver se ele faz exatamente aquilo que você programou:

Sob um certo ponto de vista, esse sistema não deixa de ser um modelo bem rudimentar de programação binária sendo que cada trilho de furos controla o funcionamento de uma das lagartas do Cam-Program Robot.

Segundo a Tamiya, esse brinquedo pode ser montado de duas maneiras diferentes: No chamado Modo A cada furo representa um período de tempo de aproximadamente 1,2 segundos, de modo que, ao inserir um pino (com came) simples numa das trilhas esta faz com que uma das lagartas pare de funcionar por esse período de tempo, se inserir um pino duplo 2,4 segundos e um triplo 3,6 segundos e assim por diante, sendo que esse período pode aumentar mais ainda colocando mais de um pino junto no trilho.

 

Assim, ao fazer isso com apenas uma das lagartas é possível fazer com que o robô faça curvas para direita ou para a esquerda em diversos ângulos. Do mesmo modo, a ausência de pinos faz com que o robô avance e ao colocar dois pinos em paralelo faz com que ele pare de se mover pelo tempo determinado pelos furos:

Já no Modo B é bem mais complexo, já que o trilho da esquerda faz com que o robô avance e o da direita recue de acordo com o tamanho do pino.

Isso faz com que dois furos lado a lado faz com que cada lagarta se mova em sentidos opostos, fazendo assim com que ele gire ~40° no sentido anti-horário. Já dois pinos lado a lado freiam o robô pelo tempo dos furos cobertos.

Isso mostra que esse brinquedo oferece pelo menos dois níveis de dificuldade atendendo assim diferentes faixas etárias, em especial crianças.

Mas como estamos falando de um kit para montar, esse robô pode ser facilmente modificado (por educadores e hobbistas) para receber diversos tipos de upgrades…

… incluindo controladores programáveis como o clássico Arduino

… o notório BBC Micro:bit sendo que no exemplos abaixo são usadas duas plaquinhas: Uma para controlar o robô e a outra para controlá-lo remotamente via acelerômetro:

Aqui temos um terceiro exemplo usando o Raspberry PI:

E finalmente,  como estamos falando do Japão, é claro que existem soluções baseadas em plataformas nativas locais como o IchigoJam + MapleSyrup, sendo que no exemplo abaixo o robô equipado com uma webcam foi programado para reconhecer carrinhos:

E nesta outra demonstração o robô procura pelos carrinhos que ele já conhece:

Seu preço sugerido é de 3.456 ienes (~R$ 116) mas pode ser encontrado no Amazon do Japão pela bagatela de 2.562 ienes (~R$ 86).

Mais informações aqui.

Ainda em tempo:

Recentemente, a Tamiya lançou uma edição especial do Cam-Program Robot na cor amarela + cinza metálico:

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.