ZTOP+ZUMO 10 anos!

Gadget do dia: Wacom Bamboo

Bamboo Fun Azul

Quem mexe com artes gráficas provavelmente já viu, usou ou tem um tablet da Wacom: a empresa detém nada menos que 90% do mercado mundial nessa categoria (suas concorrentes são principalmente a Genius e a Aiptek), e seus produtos têm fama de serem precisos e duráveis.

Até recentemente sua linha de produtos era divida em entry-level (Graphire), Pro (Intuos) e o que eu chamaria de “Pro com muita grana”, os monitores/tablets Cintiq. Hoje a empresa mudou essa organização, com o anúncio de uma nova famí­lia que atende pelo nome de Bamboo. (não, não pergunte: “e o bambu?”)

Os dois produtos (Bamboo e Bamboo Fun) substituem os modelos com fio da linha Graphire. Tecnologicamente não há muita diferença: as canetas ainda têm 512 ní­veis de pressão e o tamanho é o mesmo (o “pequeno” tem área ativa de 5,8 x 3,6 polegadas). Mudam o design, que é mais elegante, e dois detalhes na prancheta em si: agora são quatro botões programáveis, em vez de dois, e a rodinha de rolagem foi substituí­da por um “scroll pad”, um sensor circular com mais liberdade de movimento.

O Bamboo (R$ 270, já nas lojas) é voltado para escritórios, e inclui no pacote apenas a prancheta e a caneta. Está disponí­vel apenas na cor preta, e tamanho pequeno. O Bamboo Fun (R$ 432) é para o ilustrador de fim de semana ou quem gosta de editar e retocar imagens digitais. Está disponí­vel em quatro cores (preto, azul, branco e prata) e nos tamanhos pequeno e médio (8,5 x 5,3 polegadas, R$ 810). Um conjunto respeitável de software composto pelo Photoshop Elements 5, Painter Essentials 3 e Nik Color Efex 2 Pro faz parte do pacote.

A idéia por trás do modelo para escritório é interessante: a Wacom quer mostrar ao mercado que Tablets não são úteis só nas artes gráficas. Um executivo pode usar um para fazer anotações com reconhecimento automático de escrita (tanto no Windows Vista como no Mac OS X) ou assinar eletrônicamente documentos, por exemplo. Segundo Douglas Little, gerente de relações públicas da Wacom, a caneta é um bom substituto do mouse para quem sofre de LER, já que coloca a mão em uma posição mais natural, além de ser um dispositivo “ambidestro” por natureza, bom para os canhotos.

  • Ainda não achei em lugar algum! A Bamboo simple serve pra trabalhar com programas gáficos tb?
    Pq aparentemente ela tem as mesmas configurações da fun menos os niveis de pressão pra borracha e o mouse.

    Sabe de alguma coisa?

  • Vinícius

    Eis a questão, tb gostaria de saber isso….

  • Edimar

    Sim ambas server para desenho grafico a diferença entre elas é que a bamboo fun vem com mouse e 3 software para usar, e a Bamboo comum não, mas ambas tem as mesmas funções e tecnologias, nem uma é melhor que a outra.

  • Sofia Moreiras

    Vou comprar uma das duas, pois necessito para utilizar com o photoshop CS2. Qual das duas recomenda?
    O mousse e os 3 software’s que compõem o pacote da Bamboo Fun, vão servir para alguma coisa em especial?

    Obrigada