ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Gadget do dia: Câmera Canon PowerShot Elph 135

Novo modelo compacto da empresa traz sensor CCD de 16 MP e zoom óptico de 8x pelo preço de câmera de entrada.

Anunciada mundialmente no início deste ano, a nova Canon PowerShot Elph 135 chega oficialmente no Brasil pelo preço sugerido de R$ 400.

Pode parecer estranho que a Canon ainda insista num modelo de entrada enquanto que alguns rivais reduziram sua oferta ou simplesmente caíram fora desse mercado devido a concorrência dos smartphones com câmera. Mas ela, de um certo modo, está colocando em prática uma estratégia que vimos lá no Japão no ano passado de oferecer “mais por menos”, destacando aqueles recursos cuja presença nos smartphones ainda é precária ou mesmo inexistente.

Canon_elph_135_pe

De um certo modo, a Elph 135 (e suas irmãs maiores, a Elph 140 IS e Elph 150 IS) vem para substituir com vantagens a linha PowerShot de entrada (também conhecida como Série A) já que a mesma vem equipada com um sensor CCD de 16 MP, processador de imagem DIGIC4+, sensibilidade ISO de 100~1.600 e uma lente com zoom óptico de 8x (equiv. 28–224 mm)…

Canon_elph_135_zoom_1x

Modo grande-angular (zoom óptico de 1x)

Canon_elph_135_zoom_8x

Modo tele (zoom óptico de 8x)

…que combinada com seu zoom digital 4x totaliza 32x o que é algo notável num mercado mais acostumado com um zooms de 3x~5x.

Canon_elph_135_zoom_32x

Modo tele “digital” (zoom óptico 8x + zoom digital de 4x = 32 x)

Fora isso, ela possui modo macro de até 1cm, tela LCD de 2,7″, flash de xenônio com alcance de até ~3 metros e é capaz de gravar vídeos com resolução HD 720p (1.280 x 720 pixels) em H.264 com saída no formato MOV (MPEG-4 AVC/H.264 + som mono). O conteúdo pode ser armazenado em cartões SD, SDHC e SDXC.

Canon_elph_135_frente

Como era de se esperar de uma câmera do seu porte, ela não possui modo totalmente manual nem de prioridade de velocidade/abertura, as conta com diversos modos automáticos (Auto, Smart-Auto, P, Live View Control, Digital IS, Portrait, Face Self-timer e Low Light) e modos criativos (Fisheye Effect, Miniature Effect, Toy Camera Effect, Monochrome, Super Vivid, Poster Effect, Snow, Fireworks e Long Shutter ).

Canon_elph_135_tras

Fora isso, a Elph 135 também possui um botão específico para gravar vídeos, um curioso botão de ajuda”?”  para apresentar dicas na tela e a função ECO que otimiza o uso da bateria desativando dinamicamente alguns recursos da câmera de acordo com o uso o que — segundo a empresa — permite bater até 80 fotos a mais do que as 230 previstas sem esse modo ativado. A câmera mede apenas 9,5 x 5,4 x 2,2 cm (LxAxP) e 127 gramas com sua bateria NB-11L instalada.

Canon_elph_135_topo_OFF

Canon_elph_135_topo_ON

Para mim, o único recurso que senti falta é a presença da interface Wi-Fi (presente na 130 IS) e do mecanismo de estabilização de imagem (IS) presente nos modelos 140 IS e 150 IS  e que ajuda a minimizar o efeito de foto borrada em longas exposições. No seu lugar a Canon oferece uma “versão digital” do IS que procura corrigir esse problema via software e de duas maneiras diferentes: uma específica para fotos “com pessoas” e outra “sem pessoas”.

Como assim? No primeiro caso a câmera utiliza um ajuste próprio para minimizar o efeito de trepidação (meu palpite é que ela usa a maior abertura + ISO  máximo possível) e no segundo caso (digamos, uma paisagem) ao pressionar o botão de disparo, a câmera tira três fotos em sequência e as combina numa única imagem boa. E se o tema estiver em movimento, a câmera captura essas mesmas três imagens e salva a melhor delas.

Mais informações aqui.

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.