ZTOP+ZUMO 10 anos!

Gadget do dia: Alcatel OneTouch Pop C3/C5

Na série ‘fabricantes em busca de aparelhos populares’, o tema do dia são os novos smartphones Alcatel OneTouch Pop C3 e C5. Nada demais por aqui: Android 4.2, entrada para dois chips de operadoras e preço baixo.

Alcatel Onetouch POP C3 Bluish Black

O primeiro é o Alcatel OneTouch Pop C3 (acima), que virá em branco e preto. Seus grandes diferenciais são uma tela de 4″ (480 x 800), câmera de 5 megapixels, uma câmera frontal para selfies, 4 GB de armazenamento interno (expansível com cartões microSD) e um processador de 1,3 GHz dual-core, conectividade 3G e Wi-Fi. Preço sugerido: R$ 349.

Já o Alcatel OneTouch Pop C5 (abaixo) tem as mesmas configurações, mas uma tela maior de 4,5″ (480 x 854) e um sintonizador de TV digital. Sai pelo valor sugerido de R$ 499.

Alcatel Onetouch POP C5 Full White-dest

Em tempo: aparelhos com Android 4.2, dois chips e TV? Mais um pra ser comido pelo Moto E, um tanto mais caro, porém com especificações melhores. De qualquer modo, a Alcatel – sem fazer quase nenhum barulho de marketing – é a segunda maior vendedora de celulares na América Latina, segundo o IDC (e mantém a importacão de featurephones, algo que quase todos os demais fabricantes já desistiram do mercado). Existem dois modelos ainda na linha Pop – C1 (de entrada) e C7 (tela de 5″, processador quad-core) – ainda sem previsão de lançamento.

Sobre aparelhos mais populares com 4G/LTE, a Alcatel OneTouch diz que deve começar a fabricar aparelhos no final do ano, para lançamento em 2015. A fabricante aguarda definições de licenças de 700MHz/900MHz no Brasil (leilão não aconteceu ainda), já que seus smartphones serão compatíveis com essas frequências também.

 

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Saulo Benigno 30/07/2014, 13:21

    Porque diabos 4.2? Sério? Ainda mais o 4.4 que segundo o Google é melhor para aparelhos mais fraco.

    Eu não entendo o porque.. não mesmo.

  • Cesar Cardoso 30/07/2014, 14:55

    A Alcatel OneTouch está usando a única estratégia possível para enfrentar o Moto E, o poder do canal de vendas da Samsung no low-end e a interessantíssima linha LIII da LG, que é jogar o preço no chão. (não é uma tarefa fácil encontrar um smartphone com tela de 4″ ao preço do C3).

    Vamos ver se funciona, particularmente no varejão popular, que é onde esse pessoal briga por corações, mentes e espaço nas vitrines.

    • robson laranjeiras 31/07/2014, 10:27

      O problema é que jogam o preço no chão, mas fazem aparelhos com especificações ridículas.

      Putz, 512 MB de RAM? Sério que ainda insistem nisso?

      Aparelho totalmente descartável.

      Pelo visto, não encontraremos concorrentes para os Moto G e E de jeito algum.

  • Luis Fernando 30/07/2014, 15:47

    china , china , china , não adianta ter especificação boa , boa memoria , boa velocidade de processamento, mas na pratica roda como um 800mhz da samsung , se a empresa se propõe a fazer um produto de 1ghz processador quadre , etc… o minimo esperado é que rode e processe como o concorrente , e não ter as mesmas especificações em tudo e não funcionar.

  • Mario Nagano 30/07/2014, 18:06

    Muita coisa pra fazer e pouco tempo para escrever. :-S