ZTOP+ZUMO

Gadget do dia: Câmera digital Fujifilm X30

Fujifilm X30, sucessora da X20, ganha novo visual, Wi-Fi embutido e seu visor óptico é substituído por uma versão eletrônica.

A Fujifilm anunciou ontem a câmera digital X30, sua câmera compacta premium com lente fixa que vem para substituir o modelo X20 lançado no Brasil no ano passado.

Fujifim_X30_overall

Se comparada com sua antecessora (embaixo), a X30 ainda usa o mesmo sensor X-Trans CMOS II de 12 MP de 2/3″ (ou 8,8 x 6,6 mm), mesmo processador de imagem EXR II e mesma lente zoom de 28~1 2 mm (equiv.)/f2.0~2.8 com ajuste manual.

Fujifim_X20_overall

Já as mudanças ficam por conta da introdução de um novo layout traseiro com e um anel de ajuste montado ao redor da lente (como já vimos nas Canon GX1/G16/S120 ou nas Olympus XZ-1/2), tela LCD basculante de 3″ de 920 mil pontos, melhorias no sistema de foco/ajuste de ISO (até 12.800 em jpeg), modo contínuo de até 12 fotos por segundo, gravação de vídeo em Full-HD a 60 qps etc.

 

Fujifim_X30_tras

Fujifim_X30_topo

Porém a mudança mais visível (literalmente falando) é a troca do seu sofisticado visor óptico por uma versão eletrônica (EVF) do tipo OLED de 2,36 milhões de pontos que, segundo a empresa, oferece uma campo de visão bem maior com cobertura de 100% (contra 0,65% da X20) e um tempo de atraso do que é capturado pelo sensor e apresentado no visor (display lag time) de apenas 0,005 segundos o que minimiza e muito um dos grandes problemas dessa tecnologia que é a perda do momento exato da captura de uma cena de ação ou mesmo de um gesto, sorriso, careta etc.

Fujifim_X30_EVF

E como já tínhamos visto no nosso review da X-T1, ao girar a câmera para orientação vertical, as informações da tela também se ajustam para o novo modo.

Fujifim_X30_EVF_vert

Outra novidade dessa câmera é a implementação de um novo modo de filme batizado de “Classic Chrome”, que cria tons suavizados e reprodução de cores intensas como nos filmes de slide. Segundo a empresa, isso foi criado para atender aos pedidos de seus usuários, o que mostra o esforço da empresa de ficar sempre de olho no feedback seus clientes e consumidores, criando assim um senso de comunidade.

Fujifim_X30_classic_chrome

E como também era de se esperar de uma câmera de última geração, o X30 vêm com interface Wi-Fi embutida, o que permite controlar a câmera remotamente por meio de um tablet ou smartphone. além de simplificar a transferência de imagens para esses dispositivos e adicionar informações de geolocalização:

Fujifim_X30_WiFi

O preço sugerido do X30 nos EUA é de US$ 600. No Brasil o seu preço ainda não foi divulgado, apesar do nosso palpite é que ele fique próximo do X20 na época do seu lançamento (~R$ 3 mil). E apesar da Photoimage Brasil estar rolando até hoje, já confirmamos com a Fujifilm do Brasil que a nova câmera não está lá (boo!), mas a empresa já confirmou que ela chega na sua loja virtual (www.lojafuji.com.br) a partir de novembro.

Para quem já tem uma X10/X20 e pensa em migrar para a X30, a boa notícia é que ela é compatível com a maioria dos acessórios dos seus antecessores, a saber:

  • Para-sol da lente e filtro protetor LHF-X20 – filtro de proteção altamente transmissivo com tecnologia de revestimento multicamada Super EBC. Disponível em preto ou prata.
  • Para-sol da lente LH-X10 – Conjunto de anel adaptador e para-sol com ranhura clássica que permite usar filtro de 52 mm de diâmetro.
  • Flash Auxiliar Externo – três tipos de flash externo da FUJIFILM, com capacidade de controle automático TTL de alta precisão: EF-20 e EF-X20 com número-guia 20 e EF-42 com número-guia 42.
  • Microfone estéreo externo MIC-ST1 – para gravar som real com impacto em imagens de alta qualidade e vídeo Full HD.
  • Disparador remoto RR-90

Por enquanto, o único acessório realmente novo é o seu estojo de couro LC-X30.

Ah sim e além do pretinho básico, a X30 também será oferecida na cor prata:

Fujifim_X30_frente_prata

Mais informações aqui.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Toga 28/08/2014, 10:58

    Sem aquela parte do visor na frente ela fica menos bonita. O novo modo de cor é um charme, adorei a aparência das fotos nesse modo, mas bem que a Fuji poderia ter colocado um sensor maiorzinho na câmera.

    • Mario Nagano 28/08/2014, 12:19

      Sim também achei que sem o visor óptico ela perdeu um pouco so seu charme retrô passando até a impressão de que está faltando algo na câmera. Porém, se o novo visor EVF for tão bom quanto o da X-T1 a mudança pode ter valido a pena.

      Com relação ao sensor, fato é que as X10/20/20 foram feitas para competir com as Canon Powershot séries S/G, Nikon Coolpix série P, Panasonic Lumix LX, etc.

      O problema é que devido ao seu tamanho, as pessoas tendem a compará-la com as DSLM como as Olympus Pen Digital, EOS M ou Nikon 1. Neste caso, a Fuji tem a X-M1.

  • Marcus Pereira 28/08/2014, 11:15

    Muito linda! Maaas… não acho que se pague!

    • Mario Nagano 28/08/2014, 12:28

      Se você usar mais o painel LCD para fotografar a alternativa pode ser a X10 ou a X20 que tendem a cair de preço até serem redescobertas pelos entusiastas e virarem cult.

  • Marilda 06/02/2015, 17:38

    Algum de vcs saberiam me informar onde encontro a X30 pra comprar. No site virtual da Fuji ainda não apareceu. pbrigada