Exoesqueletos mais perto da vida real

E

crisys_intro_small.jpgA “Nanosuit” do jogo Crysis (review em breve) é a mais nova releitura dos chamados exoesqueletos, armaduras ou vestimentas robotizadas capazes de transformar qualquer pessoa em um super-homem sem ter que fazer muito exercí­cio ou se arriscar a ser mordido/exposto a qualquer coisa radioativa, como foi o Homem-Aranha, o Quarteto Fantástico ou mesmo o Incrí­vel Hulk.

Outros exemplos que me vêm í  memória são o colete do Dr. Octopus e a espetacular empilhadeira robotizada usada pelo personagem Ripley no filme Aliens, o Resgate.

Também existiu o Exo-man (uma série de TV de 1977 que – graças a Deus – não foi além do piloto) onde um cientista paralí­tico cria uma mistura de exoesqueleto e armadura para se vingar dos bandidos e malfeitores que o botaram numa cadeira de rodas. Para mim, qualquer semelhança com o Homem de Ferro não é mera coincidência. ;^)

No caso de Crisys, o aumento de força é obtido por meio de drogas estimulantes, apesar de existirem pesquisas com polí­meros eletroativos, um material sintético cujo formato se altera quando submetido a uma corrente elétrica, o que pode ser aplicações interessantes em “músculos artificiais”, uma abordagem mais interessante que as soluções mecânicas.

Até onde eu sei, as pequisas mais avançadas nessa área estão no Japão, onde exoesqueletos estão sendo testados na área médica ou na reabilitação de pessoas paralí­ticas:

Os americanos também estão nessa e, como era de se esperar, algumas pesquisas estão na área militar. A empresa SARCOS está trabalhando num modelo deste tipo:

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos