Gadget do dia: Óculos de Realidade Aumentada Moverio BT-300

G

[MWC 2016] Novo modelo da Epson é menor, mais leve e ainda mais potente que seu antecessor.

A Epson anunciou hoje (23/fev) a terceira geração do seu óculos de AR (Realidade Aumentada) Moverio BT-300 sendo que sua primeira apresentação pública acontece no Mobile World Congress 2016 (e é claro que o Henrique foi lá dar uma olhada na engenhoca.)

Lançado em 2011 com a intenção de ser uma tela de uso pessoal para usuários móveis (algo como um walkman de vídeo), o Moverio evoluiu para se tornar uma plataforma de realidade aumentada (AR) por excelência, a medida que o mercado descobriu novas aplicações para essa tecnologia, inspiradas em filmes como Exterminador do Futuro, Robocop e Homem de Ferro:

Moverio_BT300_demo

Vale a pena observar que, ao contrário de outros produtos aparentemente parecidos que também estão sendo mostrados neste MWC, o Moverio não é um Óculos de Realidade Virtual (Virtual Reality ou VR) e sim um Óculos de Realidade Aumentada (Aumented Reality ou AR) ou seja…

Moverio_quadrante

… o usuário não perde o contato visual com o mundo real (o que pode levar a situações embaraçosas como essa) já que as informações digitais são adicionadas ao campo de visão do usuário, enriquecendo assim sua capacidade de observar, perceber e contextualizar o ambiente ao seu redor:

E apesar do vídeo acima apresentar o Moverio como um produto com apelo jovem, transado e super bacana, sua aplicabilidade vai muito além do mercado de consumo, atendendo em especial os segmentos de B2B, B2B2C e ISV que desenvolvem aplicações sob medida para o mercado corporativo, academia, governo e até pessoas com necessidades especiais. De fato, a Epson até possui uma versão especial para aplicações mais profissionais.

Moverio_lente_funcionamento

Na sua essência, o Moverio não deixa de ser um mini-tablet com Android 5.1 cuja tela foi transformada num óculos equipado com sensores de direção (magnetômetro) e movimento (acelerômetro) permitindo assim sincronizar o conteúdo da tela com o movimento da cabeça. Note que o módulo de processamento não possui tela, mas mantém os botões de atalho e até uma interface (direcional) de toque. Curiosamente, o óculos ainda se conecta ao seu módulo de processamento via cabo (eita!)

 

Moverio_BT300_device

Se comparado com seu antecessor, o BT-300 é menor em tamanho (perfil mais baixo) e é 20% mais leve, graças ao uso de um novo micro-projetor com tecnologia Si OLED com resolução HD (1.280 × 720 pixels) o que é bem mais que os 960 x 540 pixels do painel LCD TFT do BT-200. Além disso sua relação de contraste subiu para 100.000: 1, o que melhora muito a qualidade da sua imagem:

Moverio_BT300_compared

Moverio_BT300_telinha

Seu módulo de processamento também foi atualizado, vindo agora equipado com um processador Intel Atom x5  quadcore de 1,44 GHz e manteve os sensor GPS e as interfaces de comunicação WiFi 802.11 a/b/g/n/ac (5 GHz) e bluetooth, sendo que a autonomia da sua bateria é estimada em 6 horas de uso contínuo. Ele também conta com slot para cartão SD Micro para expandir sua capacidade de armazenamento.

Moverio_BT300_remote

Já a resolução da sua câmera frontal também subiu para 5 MP o que permite agora, capturar imagens em alta resolução (contra os 640 x 480 pixels do BT-200). Um detalhe curioso é que, para atender a certos hábitos locais ou até mesmo legislações que protegem a privacidade das pessoas, a câmera do Moverio também vem equipada com um LED que avisa que ela está filmando.

Moverio_BT300_Led

Mais informações já podem ser encontrados no site da empresa nos EUA sendo que seu preço de pré-lançamento lá é de US$ 799. Para quem não sabe, o Moverio também está disponível no Brasil só que sua venda é direcionada para desenvolvedores e ISVs.

Moverio_BT300_vistas

Disclaimer: não existe disclaimer na cobertura do MWC 2016. Henrique pagou tudo do bolso dele e ainda deixou o Nagano tomando conta do site (brrr…)

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos