Emotiv EPOC: videogame com cérebro (literalmente)

E

Emotiv EPOCÉ meio estranho ver o capacete ao lado. Chamado de Emotiv EPOC, é “o primeiro dispositivo com interface cérebro-computador de alta fidelidade para o mercado de videogames”. É um “neuroheadset” para games, em resumo.

Os sensores da “aranha cerebral” do Emotiv EPOC capturam sinais elétricos produzidos pelo cérebro para detectar os pensamentos do jogador, além de seus sentimentos e expressão. Segundo a fabricante, o EPOC se conecta sem fios a todas as plataformas de games, dos consoles aos PCs.

Vai custar US$ 299, mas pelo que eu entendi você usa a coisa bizarra aí­ meio sem ter o que jogar nela, já que o kit de desenvolvimento com uma nova API aberta foi liberado na Game Developer Conference nesta semana. Chega ao mercado no “fim de 2008”. Das duas uma: ou será o novo Wii cerebral multi-mega-bem-sucedido ou será o vaporware de 2008. Será que faz massagem na cabeça também?

Nagano comenta: Depois dessa ninguém vai precisar do chapéu do Mickey Mouse para parecer sofisticado. (Será que tem conexão para iPod?)

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

Por Henrique Martin

RSS Podcast Sem Filtro




+novos